Coimbra, 21 mar 2019 (Ecclesia) – A Cáritas Diocesana de Coimbra vai ajudar os imigrantes, através do Centro de Acolhimento João Paulo II, com o valor que vai angariar no peditório público, que vai realizar entre hoje e domingo, na Semana Nacional Cáritas 2019.

Num comunicado enviado à Agência ECCLESIA, a instituição “apela à cooperação de toda a população”, através do seu contributo, para que se alcance “um verdadeiro desenvolvimento humano, alicerçado na defesa do bem comum e na construção de uma cultura de paz”.

“Abraçar todos aqueles que tiveram de abandonar o seu lar por estarem à mercê de fatores estruturais e contingentes – os Imigrantes”, é propósito da Cáritas Diocesana de Coimbra com a solidariedade que angariar no peditório público, que se realiza entre hoje e dia 24 deste mês.

A instituição caritativa Católica explica que se vai associar ao Centro de Acolhimento João Paulo II, na Paróquia de São José em Coimbra, “colaborando e potenciando” um trabalho que já está a ser feito no terreno junto desta população, “com reconhecido mérito”, através do Projeto ‘Apoio Imigrante’, revertendo para este Centro a totalidade da quantia angariada.

A Cáritas Diocesana de Coimbra e o centro têm apoiado pessoas que deixam “famílias e países à procura de melhores condições”, como os casos recentes de imigrantes da Venezuela, que, “desde 2015, se tem deparado com uma crise económica profunda”.

‘Juntos numa só família humana’ é o tema da Semana Nacional Cáritas 2019, que começou no dia 17 de março, e do programa faz parte um peditório nacional, que se realiza com a colaboração de voluntários, para diversos projetos sociais.

Cáritas Diocesana de Coimbra informa ainda que no peditório público de 2018 angariaram mais de 16 mil euros (16.484,15€) para apoiar estudantes universitários com “notória carência económica”, através da “participação ativa” de 340 voluntários, em 48 superfícies comerciais e mercados, em 15 concelhos da diocese.

Neste contexto, contabiliza que no atual ano letivo (2018/2019) foram atribuídas 16 bolsas de estudo, no valor de 11.908,83€, e restam 4.842,79€.

CB

Partilhar:
Share