Iniciativa une comunidades escolares de vários continentes

Lisboa, 12 jul 2021 (Ecclesia) – As ‘Scholas Occurrentes’, projeto apoiado pelo Papa, lançaram um Pacto Educativo para a Água, em conjunto com o israelita Ygdal Ach, CEO da MAOF, refere um comunicado enviado hoje à Agência ECCLESIA.

A iniciativa tem o objetivo de articular o trabalho dos sectores público, privado e académico para “unir esforços e alcançar soluções concretas para os problemas locais de falta de água, água insegura e água contaminada, denunciados por jovens de várias comunidades Scholas de todo o mundo”.

O projeto conta com um espaço físico para promover, acompanhar e auditar as várias iniciativas, como o início do trabalho de equipas técnicas permanentes nas margens do Riachuelo, na província de Buenos Aires.

O lançamento do Pacto aconteceu durante o VI Congresso Internacional das ‘Scholas Cátedras’, realizado de 5 a 8 de julho na Universidade CEU de San Pablo, Madrid, Espanha.

Os quatro dias do encontro uniram, de forma presencial e online, 250 investigadores e académicos de 118 universidades públicas e privadas de vários países, incluindo Portugal.

Foto: Scholas

O congresso sublinhou “a recuperação do sentido nos processos educativos”, com experiências da Índia, Guatemala, Moçambique, Quénia, Argentina e Brasil.

Scholas Occurrentes’ é uma organização internacional de direito pontifício presente em 190 países dos cinco continentes que, através da sua rede, integra meio milhão de redes educativas.

OC

Partilhar:
Share