Lisboa, 11 nov 2019 (Ecclesia) – Dois sacerdotes sírios foram assassinados hoje quando viajavam até Deir Ez Zor, num ataque reivindicado pelo Estado Islâmico.

Os dois sacerdotes, pai e filho, são da Igreja Católica Arménia de Qamishli, uma das cidades com maior número de cristãos na região, informa a Renascença.

Também esta segunda-feira houve uma série de explosões em Qamishli, pelo menos uma das quais atingiu a Igreja Católica Caldeia.

Segundo nota do Conselho Militar Siríaco, o ataque fez mortos e feridos, em número ainda por determinar.

OC

Partilhar:
Share