D. José Ornelas destaca «responsabilidade» de fazer parte do caminho lançado pelo Papa Francisco a toda a Igreja

Leiria, 22 mai 2022 (Ecclesia) – A Diocese de Leiria-Fátima promoveu este sábado uma Assembleia Sinodal Diocesana, que reuniu vários delegados para desenvolver a reflexão dos grupos, em resposta ao desafio lançado pelo Papa Francisco.

Mais de uma centena de pessoas estiveram no seminário diocesano por convocatória do bispo local, D. José Ornelas.

“O bispo diocesano deu início aos trabalhos, salientando a importância do Sínodo para a Igreja e, sobretudo, a responsabilidade que os cristãos têm em fazer parte desse caminho que começou em outubro do ano passado”, refere uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

Para D. José Ornelas, “a reflexão que está a ser feita em toda a Igreja universal, deve orientá-la para um espírito de missão que a faz sair das suas paredes para ir ao encontro de todos e testemunhar-lhes o sentido da fé e da pertença a essa mesma Igreja”, informa a Diocese de Leiria-Fátima.

Leopoldina Reis Simões, membro da equipa diocesana, fez uma síntese das respostas que chegaram de toda a diocese: no primeiro questionário, houve 309 grupos que enviaram os seus contributos, correspondentes a 3160 participantes; já no quinto questionário, houve 1532 respostas, distribuídas por 131 grupos.

Durante os trabalhos, os delegados foram distribuídos por dez grupos, com cinco temas para reflexão, escolhidos a partir da análise das respostas que a comissão sinodal foi recebendo.

A primeira fase do processo sinodal lançado pelo Papa, em outubro de 2021, chega ao fim este mês, com as várias dioceses portuguesas a ultimar uma síntese do trabalho realizado a nível local, que vão entregar à Conferência Episcopal.

OC

 

 

Partilhar:
Share