50 dias de atividades antecipam uma «Praça Central» nacional

Santarém, 15 out 2019 (Ecclesia) – A Diocese de Santarém recebeu este sábado a iniciativa ‘partilhar a vida à mesma mesa – cuidar do alimento, da família e da fraternidade’, que juntou o cozinheiro Rodrigo Castelo e o padre João Norton, numa ação preparatória do Encontro Nacional de Leigos.

“Estar à mesa tem um valor humano, antropológico, há uma pausa no dia, as pessoas encontram-se, estão a satisfazer uma necessidade básica, mas depois tem uma dimensão cultural, espiritual, onde as pessoas param, conversam”, assinalou o sacerdote jesuíta, em declarações à Agência ECCLESIA.

O padre João Norton observou que, ao mesmo tempo, existe a “satisfação” de partilhar algo muito importante, tanto do pão, como da palavra, como da companhia”, e tem uma dimensão religiosa.

“Não é por acaso que a oração central dos Cristãos é o pão de cada dia, o pão nosso, e não é por acaso que as refeições atravessam a narrativa bíblica de um extremo ao outro, do Adão e Eva à última ceia, e momentos muito importantes da vida de jesus se passam em torno da mesa”, destacou.

O padre e teólogo João Norton considerou que estar à mesa “tem o efeito de reunir uma comunidade”, um tempo onde a consolação de partilhar a mesa “tem um valor de juntar as famílias, tem um valor cultural porque houve muito investimento, houve muita preparação”, como no “momento fraterno” no “refeitório bonito” do antigo colégio dos Jesuítas em Santarém.

O jantar foi preparado pelo chefe Rodrigo Castelo, educado a “receber de braços abertos e um bom convívio à mesa”, principalmente ao domingo, que é “o dia em que a família está mais reunida, é o dia santo”.

“Passa de pais para filhos, para netos, sempre foi assim, e os nossos amigos; A partilha de experiências e de conversas, do que é o nosso quotidiano, e depois tudo em torno do bom petisco”, explicou o cozinheiro escalabitano.

À Agência ECCLESIA, Rodrigo Castelo afirma que não consegue “ver a vida de outra forma”, afinal sempre recebeu “pessoas em casa e à mesa” e hoje, com 39 anos, “a meio da vida”, preocupa-se “em todos os dias ser feliz”, com a família e os amigos, “e partilhar as coisas boas que a vida traz”.

Para o jantar, o chefe preparou sabores de uma região de caçadores, por isso, “havia javali, veado, muita caça”, enquanto para sobremesa houve “doces tradicionais e doces conventuais”.

O encontro começou com o filme ‘A Festa de Babette’, que tem um acontecimento central numa “refeição que transforma a pessoas”, com intervenção de uma cozinheira que “é fundamental”.

A Conferência Nacional do Apostolado dos Leigos e a Diocese de Santarém estão a promover 50 dias de iniciativas preparatórias para o quinto Encontro Nacional de Leigos, que se realiza a 23 de novembro e tem como tema ‘Prometo viver a vida, em pleno e até ao fim’.

“O grande desafio que se coloca é o dia 24. Temos salientado a importância em primeiro lugar sensibilizarmos para esta caminhada, para este itinerário, creio que aquele fulgor interior, aquele ardor que possa provocar toda esta dinâmica até ao dia 23 ajuda para encontrar novos caminhos, novas soluções e novas formas de viver a fé no nosso quotidiano”, explicou o padre Francisco Ruivo, pároco de São Nicolau, Santa Iria da Ribeira de Santarém.

O sacerdote revelou que houve a decisão “unanime” de não centrar as atividades “só na cidade de Santarém”, mas alargar “todo este movimento” à diocese para “viver o mesmo ritmo e canalizar todas as energias para esse acontecimento, o que pode provocar numa tomada de consciência deste sentido de Igreja”.

“É importante rezar por este encontro”, por isso têm “cinco vigílias, em cinco cidades diferentes”, e o padre Francisco Ruivo destaca que vão ter “o agradecer da vida, na perspetiva muito mais ecológica”, no próximo dia 26, véspera do encerramento do Sínodo dos Bispos para a Amazónia; E há mais dois encontros: Um sobre as “relações laborais, e o trabalho como dinâmica de santidade”, e outro centrado na “grande figura de Etty Hillesum, judia holandesa que morre num campo de concentração, e descobre a Deus e se descobre a si”.

CB/OC

Santarém: Atividades preparatórias do Encontro Nacional de Leigos

Partilhar:
Share