26ª edição entre 1 e 4 de maio propõe desporto, música e visitas culturais

Porto, 27 abr 2019 (Ecclesia) – Os Jogos Nacionais Salesianos realizam-se este ano, na sua 26ª edição, na cidade do Porto, entre os dias 1 e 4 de maio, onde 1800 se encontram para uma “sã competição”.

“Estão inscritos cerca de 1800 atletas, dos 8 aos 18 anos, nesta que se prevê ser a edição mais participada dos JNS”, informa um comunicado enviado à Agência ECCLESIA.

Basquetebol, futsal, natação, ténis de mesa, voleibol e xadrez são as diferentes modalidades que vão juntar alunos dos “vários ambientes educativos dos Salesianos de Dom Bosco e das Filhas de Maria Auxiliadora, em Portugal continental, ilha da Madeira e Cabo Verde”.

Os JNS realizam-se desde 1992 e tendo já passado por diferentes locais do país, oferecem uma “experiência desportiva, lúdica e cultural”.

“O evento reúne atletas e comunidades educativo-pastorais num evento de família, de celebração e de festa, segundo um estilo próprio de educar e evangelizar: o estilo Salesiano”, manifesta o comunicado.

A organização dá conta que as provas vão realizar-se em diferentes espaços: Salesianos do Porto, Multiusos de Gondomar, Complexo Desportivo de Valbom, Piscinas Municipais de S. Cosme, Ala de Nun’Álvares e Escola Secundária de Gondomar, tendo início 15 horas do dia 1 e o seu término marcado para as 17 horas do dia 4.

Para além das provas desportivas, está ainda pensado um “programa de animação noturna paralelo ao evento com concertos, dança e DJ’s”, a acontecer em diferentes espaços dos JNS.

O evento prevê ainda a organização de visitas, “com roteiros pelas ruas do Porto e de Gondomar”, que podem passar pela Sé do Porto, pela estação de S. Bento ou a igreja de S. Francisco, também o Palácio da Bolsa, a Torre dos Clérigos, o Pavilhão Rosa Mota, a Livraria Lello, e tantos outros disponíveis para consulta no programa que pode ser acompanhado no facebook

O desporto era entendido por D. João Bosco, fundador dos Salesianos, como “uma fonte de equilíbrio” com benefícios para a “formação integral dos jovens”.

Os JNS oferecem, por isso, “a interação entre as diversas escolas fomentando as relações pessoais, o convívio, a partilha e a amizade”, afirma a organização.

A entrada para acompanhar os jogos e participar no programa é gratuita.

LS

Partilhar:
Share