Bafatá, 09 mar 2019 (Ecclesia) – O bispo de Bafatá, na Guiné-Bissau, D. Pedro Zili, anunciou que o destino da renúncia quaresmal da diocese vai ser a Casa das Mães de Bafatá, Gabu, Bubaque e Catió.

“Que pela oração e pela caridade, manifestemos toda a proximidade para com estes queridos irmãos e irmãs que tanto precisam de atos de solidariedade”, afirmou o bispo numa mensagem enviada hoje à Agência ECCLESIA.

Esta instituição, da responsabilidade da Cáritas, sediada em diferentes cidades daquele país africano, tem como principal objetivo reduzir a mortalidade infantil e materna, considerada das mais altas do mundo.

A Conferência Episcopal do Senegal, Mauritânia, Cabo-Verde e Guiné-Bissau escolheu para o tempo quaresmal uma reflexão em torno do tema «Fé em Jesus Cristo e os nossos atos».

“A fé que Cristo exige é aquela que se traduz na e pela caridade; ela coloca-se todo o dia a caminho para alcançar o outro nas suas necessidades e aspirações mais elementares”, afirma a nota de D. Pedro Zili.

A renúncia quaresmal de 2018 das duas dioceses, Bafatá e Bissau, foi destinada à “compra de leite para desnutridos, seguidos pelos Centros de Recuperação Nutricional (CRNs), presentes em várias missões católicas do país”.

LS

Partilhar:
Share