Porto, 09 Nov 2021 (Ecclesia) – O fascículo 56 do boletim da Diocese do Porto – «Igreja Portucalense» -, referente ao período de maio a agosto de 2021, já saiu e reúne, em 262 páginas, um conjunto de textos distribuídos pelas secções habituais.

Em «Da Sede de Pedro», a revista apresenta a crónica da Santa Sé referente ao período do fascículo, da autoria de José M. Pacheco Gonçalves, sob o título «Transformar a maneira de habitar o mundo, aceitar a crise, viver no presente», que destaca sobretudo a publicação das duas cartas apostólicas relativas respetivamente à criação do ministério do catequista e ao uso da liturgia romana anterior à reforma conciliar, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA

Em «Atos Episcopais, reúnem-se cinco homilias, 13 mensagens breves e nove outras intervenções de D. Manuel Linda, Bispo do Porto.

Uma secção autónoma é dedicada neste fascículo à publicação do Plano Diocesano de Pastoral 2021/2022, subordinado ao tema «Levanta-te: Juntos por um caminho novo».

Na secção «Estudos», a revista oferece três artigos produzidos no âmbito das iniciativas de formação do Centro de Cultura Católica: Tiago Azevedo Ramalho publica um ensaio sobre a revelação a partir da obra «Eu e Tu» de Martin Buber; João da Silva Peixoto aborda litúrgica e mistagogicamente a celebração do Batismo e José Nuno Ferreira da Silva detém-se sobre a urgência de uma pastoral da fragilidade e do cuidado.

Em «Figuras e factos», José da Rocha Ramos apresenta o perfil do Padre Américo enquanto «romeiro orante», num texto que fixa a alocução que proferiu no Seminário de Coimbra, por ocasião do 65º aniversário do falecimento do fundador da Obra da Rua.

LFS

Partilhar:
Share