António Estanqueiro

Agência Ecclesia/MC

A aventura do programa “70×7” começou há 40 anos, no dia vinte e um de outubro de 1979. Nos primeiros anos, o programa foi emitido na RTP1. A partir de 1993, na sequência do aparecimento das televisões privadas, passou para a RTP2. Os horários de emissão foram (e continuam a ser) muitas vezes alterados, por razões nem sempre compreensíveis.

O programa “70×7”, espaço de diálogo da Igreja Católica com o mundo contemporâneo e espaço de diálogo ecuménico e inter-religioso, tem ajudado a compreender a matriz cristã, raízes e valores, da cultura portuguesa. É, neste sentido, um verdadeiro serviço público!

Tratando-se do programa semanal mais antigo da televisão em Portugal, creio que “70×7” merece mais atenção da RTP. Deixo duas sugestões.

Em primeiro lugar, penso que “70×7”, objeto de prémios internacionais, merece um horário digno e fixo na grelha de programas da RTP. Mudar o horário do programa, sem razão forte, prejudica a fidelização de novos espectadores. E é falta de respeito pelos espectadores habituais do programa.

Em segundo lugar, penso que alguns programas “históricos” merecem ser revistos no canal Memória. Os responsáveis da RTP, em diálogo com a Igreja, poderão fazer uma seleção de programas (já foram emitidos cerca de dois mil!) e oferecer aos espectadores um “70×7” por mês, pelo menos durante este ano. Para já, estou a apontar apenas para uma dúzia de programas.

Em síntese, sugiro que a RTP respeite mais os espectadores de “70×7”, dando atenção aos horários de emissão, e disponibilize alguns programas mais antigos no canal Memória. Será isto pedir muito?

António Estanqueiro, ex-Coordenador Geral de “70×7”

Partilhar:
Share