Fátima, 03 mai 2019 (Ecclesia) – O Secretariado Nacional de Liturgia de Portugal publicou o livro ‘Todas as minhas fontes estão em ti’, um documento de preparação para o 52.° Congresso Eucarístico Internacional, que se vai realizar em Budapeste, na Hungria, em 2020.

“A Liturgia, sobretudo a Eucaristia, é apresentada no Concílio Vaticano II como «cume e fonte da vida eclesial» (SC 10); É também um ponto culminante, porque toda a atividade da Igreja tende para a comunhão de vida com Cristo, sendo na Liturgia que a Igreja manifesta e comunica aos fiéis a obra da Salvação, realizada por Cristo de uma vez para sempre”, escreve o presidente da Comissão Episcopal da Liturgia e Espiritualidade.

Na informação enviada à Agência ECCLESIA, D. José Cordeiro lembra que o Papa Francisco convidou a “uma cultura eucarística, onde se evidenciem as atitudes da comunhão, do serviço, da misericórdia”, aos participantes da Assembleia Plenária do Comité Pontifício para os Congressos Eucarísticos Internacionais, no dia 10 de novembro de 2018.

“Capaz de inspirar os homens e as mulheres de boa vontade nos domínios da caridade, da solidariedade, da paz, da família, do cuidado da criação”, escreveu o Papa, destaca o bispo da Diocese de Bragança-Miranda, que é o delegado da Conferência Episcopal Portuguesa para os Congressos Eucarísticos Internacionais.

‘«Todas as minhas fontes estão em ti» – A Eucaristia: fonte da nossa vida e da nossa missão cristã’ é o tema do 52.º Congresso Eucarístico Internacional, de 13 a 20 de setembro do próximo ano, em Budapeste.

O texto preparatório para todas as dioceses católicas do mundo tem oito capítulos, com uma introdução geral: 1 – “Em Ti está a fonte da Vida”; 2 – A Eucaristia, fonte da vida cristã; 3 – A Eucaristia no Concílio Vaticano II; 4 – A celebração da Eucaristia, fonte e cume da vida eclesial; 5 – A Eucaristia, fonte da transformação das coisas criadas; 6 – A Eucaristia, fonte da santidade; 7 – A Eucaristia, fonte da missão e do serviço; 8 – Ave verum corpus natum de Maria Virgine.

D. José Cordeiro deseja “uma boa preparação” do congresso para que seja “um autêntico sinal de fé, de esperança e de caridade para a Europa e para todo o mundo”, porque a Eucaristia “é sacramento que forma o corpo eclesial”.

Com 88 páginas, o subsídio com as reflexões teológicas e pastorais de preparação para o 52.° Congresso Eucarístico Internacional publicado pelo Secretariado Nacional de Liturgia é da responsabilidade do Comité Pontifício para os Congressos Eucarísticos Internacionais e foi publicado em abril deste ano.

CB

Partilhar:
Share