Coordenador destaca importância da ação de «proximidade»

Lisboa, 03 jun 2019 (Ecclesia) – A Cáritas Portuguesa está a implementar desde maio um Plano Institucional de Resposta a Emergências e Catástrofes da Cáritas Portuguesa – PIREC, apostando na ativação dos grupos de ação local.

“A implementação deste plano está a cargo de uma equipa especializada, constituída para este efeito, e que será coordenada por Duarte Caldeira, atual presidente do Conselho Diretivo do Centro de Estudos e Intervenção em Proteção Civil”, assinala a organização católica, numa informação divulgada através da sua página na internet.

A equipa é constituída por elementos de diferentes áreas de intervenção, incluindo representação da Diocese das Forças Armadas e de Segurança, e de todas as Cáritas diocesanas.

O objetivo é “dar à Cáritas uma resposta coordenada e eficiente em caso de emergência”, procurando a potenciar a intervenção dos grupos de ação local.

“A proximidade tem como valor acrescentado o conhecimento! Ninguém conhece melhor a comunidade em que se tem de intervir do que aqueles que estão próximos”, refere Duarte Caldeira, em declarações reproduzidas pela Cáritas Portuguesa.

OC

Partilhar:
Share