Mostra decorre até 17 de setembro

Foto: Voz Portucalense

Porto, 04 ago 2020 (Ecclesia) – O Mosteiro de Grijó, na Diocese do Porto, acolhe até 17 de setembro a 9ª edição da sua Exposição de Arte, com a participação de mais de 62 artistas, este ano tendo como tema a água, fonte de vida e inspiração.

“Em torno do seu mosteiro setecentista, rico de história e de significado espiritual e cultural, a paróquia tem vindo a desenvolver, desde há anos, um projeto pioneiro no domínio da relação entre a Fé e a Cultura, duas das mais ricas dimensões da convivência humana”, informa o jornal diocesano, ‘Voz Portucalense’.

A 9.ª Exposição Anual Coletiva de Arte integra-se nas celebrações do padroeiro de Grijó, São Salvador, com a orientação do pároco, cónego António Coelho e do escultor Bruno Marques, contando com o apoio da Diocese do Porto e da Câmara Municipal de Gaia.

A mostra tem a designação de ‘Aqua Viva -Água Viva’ e insere-se no conjunto de exposições do Projeto Onda Bienal, promovido pela Cooperativa Cultural Artistas de Gaia.

OC

Partilhar:
Share