Corpos gerentes tomaram posse no Paço Episcopal da diocese

Porto, 09 mar 2020 (Ecclesia) – A Irmandade dos Clérigos informou que tomaram hoje posse os órgãos sociais da instituição, no Paço Episcopal do Porto, após a “homologação” pelo bispo do Porto dos resultados das eleições dos novos corpos gerentes.

Numa cerimónia presidida por D. Manuel Linda, tomaram posse como presidente da Mesa da Assembleia Geral da Irmandade dos Clérigos o cónego Jorge Manuel Duarte Oliveira, onde é secretário o cónego Fernando de Lima Milheiro Leite e vogal o cónego José Lopes Baptista.

Foto www.torredosclerigos.pt, direção da Irmandade dos Clérigos

A direção é composta pelo padre Manuel Fernando da Silva e Conselho Fiscal, juiz-presidente, pelo padre  Augusto Manuel Miranda Carneiro da Silva como vice-presidente, secretário o padre Bruno Marcelo Barbosa Ferreira, tesoureiro o padre André David de Vasconcelos Aguiar Soares e vogal o padre António Almiro Mendes

O Conselho Fiscal (ou Conselho para os Assuntos Económicos) é presidido pelo cónego António Coelho de Oliveira, tendo como assessores os padres Luís Manuel Mateus e Luís Borges Martins.

A cerimónia de tomada de posse foi presidida pelo bispo do Porto, D. Manuel Linda, com a presença do anterior presidente da Mesa da Assembleia Geral, D. António Taipa, e o secretário cónego Fernando Milheiro.

A Irmandade dos Clérigos nasceu em 1707, resultando da união de três Irmandades da cidade do Porto, para exercer obras de piedade ou de caridade.

Em 1753 o arquiteto italiano Nicolau Nasoni foi convidado para desenhar e construir a nova sede, um trabalho que inicia em 1732, com a Torre dos Clérigos a abri as suas portas em 1763, tornando-se a mais alta torre sineira em Portugal, com mais de 75 metros.

PR

Partilhar:
Share