Responsáveis das duas comunidades reuniram-se no Paço Episcopal e na Sinagoga

Foto CIP-CJP

Porto, 18 Dez 2019 (Ecclesia) – A Diocese do Porto e a Comunidade Judaica daquela cidade promoveram, esta terça-feira, uma reunião para “reforçar as relações” entre as duas comunidades e anunciaram a entrega de 15 mil euros a duas instituições daquela localidade.

Na reunião, descrita pelas duas comunidades como “sem precedentes”, o bispo do Porto, D. Manuel Linda, explicou que este encontro é revelador do “bom clima” que existe entre as duas comunidades, cuja relação “está solidificada” e “não voltará a atrás”, lê-se num comunicado enviada à Agência ECCLESIA.

O bispo do Porto escreveu na sua conta do Twitter “Hoje será um dia histórico na relação cristãos/judeus: uma delegação judaica de 20 pessoas visita o paço episcopal e outra de 20 católicos visita e almoça na sinagoga do Porto. Está na hora de enterrar machados de guerra e de pôr fim ao antissemitismo”.

Em setembro de 2018, foi assinado o protocolo ‘Global Project in the Fields of Culture and Religion’, entre as duas comunidades, no qual resultou “a produção de quatro filmes, a definição de uma estratégia de promoção dos museus das duas comunidades, e ainda a materialização de um apoio financeiro a instituições sociais”.

De acordo com o bispo do Porto, este é já o segundo ano que a Comunidade Judaica do Porto atribui este apoio a instituições da área social, tendo sido contempladas, este ano, a Associação Nossa Senhora da Conceição para reforço do trabalho de integração dos sem-abrigo no mercado de trabalho, e as Conferências Vicentinas para medicamentos para as famílias carenciadas.

Também o presidente da Comunidade Judaica do Porto, Dias Ben Zion, sublinhou a importância deste protocolo assinado em setembro, que considerou “histórico” no reforço das relações entre as duas comunidades.

No encontro que aconteceu no Palácio Episcopal do Porto, e que juntou cerca de 30 pessoas das duas comunidades, foi exibido um excerto da curta-metragem ‘The Nun’s Kaddish’.

O encontro terminou com uma visita aos museus das duas comunidades, a que se seguiu um almoço comum na Sinagoga Kadoorie – Mekor Haim, no Porto.

LFS/OC

Partilhar:
Share