Foto Diocese do Porto/JLC – D. Manuel Linda, entrada na Diocese do Porto

Porto, 25 jul 2018 (Ecclesia) – O bispo do Porto afirmou que os sacerdotes na diocese “começam a ser poucos”, no decreto das nomeações para o ano pastoral 2018/2019, publicado online.

“[Os sacerdotes] Infelizmente, começam a ser poucos para as necessidades pastorais. Por este motivo, a tarefa das nomeações, como específico ato de governo, é sempre o resultado entre o desejável e o possível”, explica D. Manuel Linda.

O bispo diocesano realça que a Igreja do Porto está “dotada de sacerdotes dedicados e generosos” e agradece-lhes o “imprescindível contributo” para que a chama da fé se mantenha acesa.

Sobre as nomeações antes do início de um novo ano pastoral, no documento publicado no sítio online da Diocese do Porto, D. Manuel Linda contextualiza que o Concílio Vaticano II refere, “frequentemente, o dever” do bispo diocesano “promover o bem do povo de Deus em conjugação de esforços com os seus sacerdotes”.

CB/OC

Partilhar:
Share