Serviço do Patriarcado de Lisboa convida as Igrejas da diocese a «tornarem-se acessíveis»

Lisboa, 21 jun 2022 (Ecclesia) – O Serviço Pastoral a Pessoas com Deficiência do Patriarcado de Lisboa lançou hoje o projeto ‘Oeiras, uma vigararia acessível’ com informações sobre  as igrejas e outros espaços que ajudam os cidadãos com mobilidade reduzida.

“Através de visitas às igrejas paroquiais da Vigararia de Oeiras foi possível mapear as acessibilidades das 13 paróquias da vigararia”, lê-se num comunicado enviado à Agência ECCLESIA.

O Serviço Pastoral a Pessoas com Deficiência do Patriarcado explica que quando a igreja paroquial não era acessível procuraram “uma alternativa dentro da paróquia”.

O projeto ‘Oeiras, uma vigararia acessível’ foi desenvolvido pelo serviço pastoral da Diocese de Lisboa, com a Vigararia de Oeiras, a Associação Novamente, a Associação Salvador, e o apoio técnico foi assegurado pela Associação Accessible Portugal.

Segundo o comunicado, uma equipa de cinco voluntários dos parceiros envolvidos neste projeto percorreram 448 Km durante 79 horas”.

Nas aplicações (apps) ‘Missas em Lisboa’, ‘+Acessoparatodos’ e ‘TUR4ALL’, os utilizadores podem consultar informações acerca da acessibilidade das 16 igrejas visitadas, bem como um mapa da Vigaria de Oeiras, com os diversos lugares de culto católicos identificados, e uma tabela com os serviços acessíveis a cidadãos com mobilidade reduzida.

O Serviço Pastoral a Pessoas com Deficiência do Patriarcado de Lisboa destaca que esta é a segunda vigararia mapeada, depois de Cascais, há cerca de um ano, a 6 de julho de 2021, e estão a trabalhar para mapear mais duas vigararias no início do próximo ano pastoral 2022/2023.

Neste sentido, convidam as Igrejas da diocese a fazer parte deste “movimento e a tornarem-se acessíveis”.

Este serviço pastoral tem como missão “promover a inclusão e participação plena” da pessoa com deficiência na vida da Igreja” e foi criado em novembro de 2016.

Serviço diocesano a Pessoas com Deficiência está integrado na Pastoral Social do Patriarcado de Lisboa e desenvolve um trabalho de comunicação com todas as estruturas desta Igreja local para alcançar a sua missão.

CB

Partilhar:
Share