D. José Ornelas recorda história dos primeiros cristãos

Setúbal, 10 abr 2020 (Ecclesia) – O bispo de Setúbal convoca os fiéis para uma “Páscoa diferente”, contando a história dos antepassados cristãos, à volta da mesa e em contexto familiar.

“Esta vai ser uma Páscoa diferente, antes de mais em família… Era algo que nos tínhamos esquecido, concentramos demasiada atenção nas nossas igrejas e esquecíamos o que era próprio da vida”, disse D. José Ornelas, numa mensagem pascal enviada à Agência ECCLESIA.

D. José Ornelas convida a que as famílias possam partilhar a história da Páscoa em contexto familiar e de isolamento social: “O que vem dos nossos predecessores e chega até nós hoje”.

“Redescobrir em família o sentido da Páscoa, encontrar rituais, no que propomos na diocese, há sugestões para cada família, se há sinais em casa para ajudar a família a viver”, refere.

O bispo de Setúbal lembra que Jesus “celebrou a Páscoa com os discípulos numa casa, alargou o conceito de família” e “reunir as famílias era o ponto alto da festa”.

Neste contexto familiar que Jesus alarga o conceito de família aos seus discípulos, criando a igreja e a eucaristia, este sacramento de eucaristia, não é antes de mais um sacramento de convivialidade à volta da mesa, sublinhamos o sacrifício que oferecemos mas é Deus que se oferece, Deus que se sacrifica”.

O bispo, especialista no estudo de Sagrada Escritura, recorda que a festa da Páscoa nasce como a passagem da escravidão para a liberdade, esse “tempo de ansiedade, fuga e incerteza”, idêntico a este tempo devido à pandemia do Covid-19.

“Não há um tempo certo para celebrar a Páscoa, Deus que nos livra da escravidão, leva-nos a uma perspetiva nova, não é um azar neste tempo, mas é bem o sentido da Páscoa, que nos acompanha neste tempo dramático não só no nosso país mas no mundo inteiro”, afirma.

O prelado reforça ainda pedindo que a “Igreja esteja lá para dizer que Deus está lá, que não volta a cara a ninguém”.

“Este ano celebraremos na dor e na esperança ativas para construir esta igreja nova. Que no próximo ano possamos celebrar na paz e na saúde e na também reunião física das nossas famílias e na grande família que é a Igreja”, deseja.

Ao longo da Semana Santa, a ECCLESIA publica mensagens em vídeo dos bispos portugueses, com a colaboração dos serviços diocesanos, a respeito da celebração da Páscoa em tempos de pandemia.

PR/SN/OC

A Agência Ecclesia agradece às várias dioceses o envio da gravação das mensagens pascais

Partilhar:
Share