Braga, 05 Jun 2020 (ECCLESIA) – O Bispo de Pemba (Moçambique) enviou uma carta de agradecimento ao Centro Missionário Arquidiocesano de Braga (CMAB) pela mensagem “de comunhão e solidariedade” para com “os irmãos” daquela diocese moçambicana.

D. Luiz Fernando Lisboa refere que “a comunhão e solidariedade estão interligadas e são um potente antídoto para salvar o mundo do egoísmo e ganância presentes nas “novas guerras”, guerras estas em que os inimigos parecem não ter rostos claros, mas têm interesses diversos e geram morte e destruição, dor e medo, opressão e desespero”, realça uma nota enviada à Agência ECCLESIA.

O Bispo de Pemba escreve também que as pessoas não perdem “a esperança” e continuam a acreditar “que a vida sempre vence”.

Recorde-se que no dia 25 de maio de 2020, o CMAB escreveu uma mensagem de comunhão e solidariedade para com a Diocese de Pemba, em Moçambique, devido aos ataques que têm decorrido a norte da província de Cabo Delgado, que se têm intensificado, através de assassinatos violentos de pessoas e de destruição das casas.

Estes acontecimentos provocaram “uma forte crise humanitária, com mais de 200 mil deslocados e, pelo menos, 550 mortes”.

O CMAB é o organismo da Igreja de Braga que promove e coordena a formação, animação e cooperação missionárias.

Uma das dimensões de trabalho do CMAB é a coordenação dos termos do acordo de cooperação missionária, assinado por dez anos, da Diocese de Braga com a Diocese de Pemba-Moçambique (projeto “Salama”).

LFS

Partilhar:
Share