Trabalhos abordam setores como informação, assessoria, produção e partilha de conteúdos digitais

Lisboa, 16 set 2020 (Ecclesia) – O Secretariado Nacional das Comunicações Sociais (SNCS), da Igreja Católica em Portugal, vai promover as suas jornadas anuais, a 24 e 25 de setembro, através das nas plataformas digitais, incentivando à participação de dioceses, paróquias, congregações religiosas e movimentos.

“As inscrições estão abertas a todos e a participação de cada um fará toda a diferença. Mais do que nunca, parece-nos que que não podemos passar ao lado da comunicação. Por isso, desafiamos de um modo particular as dioceses, paróquias, congregações religiosas, movimentos e todos os que não desistem de anunciar o Evangelho, a inscreverem-se nestas Jornadas”, escreve Isabel Figueiredo, diretora do SNCS.

A responsável destaca as transformações trazidas pela pandemia de Covid-19, à Igreja e à sociedade, com impacto na comunicação.

“Como continuar a contar o mundo? Como ajudar as empresas a comunicar? Como transformar momentos físicos em eventos on-line, capazes de chegar a todos? E os mais novos, que lugar têm neste comboio de alta velocidade que procura novos destinos?”, assinala a diretora do SNCS.

Os trabalhos iniciam-se com uma conferência do cardeal português D. José Tolentino Mendonça, bibliotecário e arquivista da Santa Sé.

A iniciativa, através da plataforma ‘zoom’, prossegue depois em salas virtuais dedicadas a vários setores da pastoral.

Informação, assessoria, imprensa regional, conteúdos digitais, eventos online e ‘geração Z’ são os temas para grupos de trabalho, na tarde do dia 24 e na manhã do dia 25 de setembro.

Os participantes vão escolher um tema que lhes interesse particularmente e dialogar com um convidado, especialista nas diversas áreas.

De acordo com o programa, os temas são analisados numa primeira fase em toda a sociedade e depois, na manhã do segundo dia, com o foco nas iniciativas e nos ambientes da Igreja Católica.

O SNCS quer promover a participação das dioceses, paróquias congregações religiosas e movimentos em cada grupo de trabalho.

“Acreditamos que vamos estar mais do que ligados”, indica Isabel Figueiredo, em entrevista ao Programa ECCLESIA (RTP2), emitida hoje.

O objetivo é “olhar para esta questão da pandemia, o modo como afetou a comunicação, pessoal e institucional, para tentar traçar linhas de futuro”.

Durante as Jornadas Nacionais de Comunicação Social 2020 vai decorrer a entrega do Prémio de Jornalismo Dom Manuel Falcão D. Manuel Falcão à reportagem multimédia do Expresso sobre o “adeus dos monges da Cartuxa” e, ainda, a título honorífico, ao programa 70×7, e aos jornais centenários Notícias da Covilhã e Jornal da Beira.

Em http://sites.ecclesia.pt/jornadas2020/ encontra-se, entre outras informações, o formulário para a inscrição nas Jornadas Nacionais.

PR/HM/OC

Partilhar:
Share