D. Antonino Dias partilhou reflexão sobre o 52.º Dia Mundial das Comunicações Sociais

Vila de Rei, 13 mai 2018 (Ecclesia) – O bispo de Portalegre-Castelo Branco destaca que “é impossível viver sem comunicar”, algo que é “missão da Igreja”, num texto em que assinala o Dia Mundial das Comunicações Sociais 2018.

“A missão da Igreja também é comunicar, servindo-se de todos os meios possíveis. Sempre tomou isso a peito, mesmo que, por vezes, o pudesse fazer melhor e mais eficazmente”, afirma D. Antonino Dias.

Na rede social ‘Facebook’, o prelado começou por realçar que “comunicar-se é socializar-se, é impossível viver sem comunicar”.

“Somos seres de comunhão, de relação, de interdependência com os outros a quem nos dizemos e eles se nos dizem; Muitas vezes, o que a palavra não diz é dito por outras formas de linguagem”, desenvolveu, no artigo de opinião ‘Fake News: notícias fraudulentas’.

A Igreja Católica celebra hoje o 52.º Dia Mundial das Comunicações Sociais e o Papa Francisco escreveu a mensagem ‘«A verdade vos tornará livres» (Jo 8, 32). Fake news e jornalismo de paz’, que o bispo de Portalegre-Castelo Branco resumiu.

D. Antonino Dias recorda que esta comemoração foi estabelecida pelo Concílio Vaticano II, mais concretamente pelo Decreto Inter Mirifica, e o primeiro Papa foi Paulo VI, em 7 de Maio de 1967, “já lá vão 51 anos”.

A Agência ECCLESIA criou no seu portal uma página com conteúdos dedicados ao Dia Mundial das Comunicações Sociais, com a mensagem do Papa Francisco e ainda um resumo, conteúdos como o cartaz e notícias das diversas dioceses portuguesas.

CB

 

Partilhar:
Share