Sessão de abertura do novo ano pastoral decorre no próximo dia 23

Lisboa, 21 Set 2021 (Ecclesia) – O padre Nuno Tavares, do Instituto Diocesano de Formação Cristã (IDFC) do Patriarcado de Lisboa, disse à Agência ECCLESIA que os leigos querem aprofundar “cada vez mais os seus conhecimentos” relacionados com a fé.

“Cada vez mais, mas ainda notamos que há duas franjas etárias que procuram mais, curiosamente são quase extremos, os reformados e os jovens”, referiu o padre Nuno Tavares.

Em relação aos jovens, este docente do IDFC reconhece que estes “não conseguem manter a constância e assiduidade” devido aos estudos e solicitações da idade.

Os aposentados “mantêm-se” nas formações e “são exigentes”, frisou este sacerdote do Patriarcado de Lisboa.

A sessão de abertura do ano 2021/20221 realiza-se esta quinta-feira, às 19h00, na Igreja do Sagrado Coração de Jesus, na capital portuguesa; no final da celebração vão ser entregues os diplomas aos finalistas do triénio de Bíblia e Teologia da Escola de Leigos.

Este ano pastoral no Instituto Diocesano da Formação Cristã do Patriarcado de Lisboa tem como tema “«Maria levantou-se e partiu apressadamente» (Lc 1,39) – O sonho missionário de chegar a todos os jovens”.

O padre Nuno Tavares realça que “muitos formandos”, depois de receberem aquela formação, foram para a Universidade Católica Portuguesa (UCP) começando em Ciências Religiosas e depois em Teologia.

Este caminho é sinal “de esperança” e o IDFC procura “chegar a todas as zonas pastorais” do Patriarcado de Lisboa, sublinhando que a formação “é essencial para que a sinodalidade” seja vivida.

O Instituto Diocesano da Formação Cristã do Patriarcado de Lisboa (IDFC-PL) é uma instituição religiosa católica ao serviço da formação para a missão apostólica nesta diocese, que se desenvolve na dimensão da Formação, da Cultura na perspetiva da leitura crente da realidade, e dos Estudos e Avaliação Pastoral.

HM/LFS/OC

Partilhar:
Share