D. Joaquim Mendes presidiu ao rito de eleição dos candidatos na Sé de Lisboa

Foto D.R

Lisboa, 12 mar 2019 (Ecclesia) – O bispo-auxiliar de Lisboa D. Joaquim Mendes presidiu ao Rito de Eleição de Catecúmenos afirmou aos 98 candidatos que a vida cristã “é um caminho que tem início no Batismo e que dura toda a vida”.

“Dou graças ao Senhor, que tocou o vosso coração, vos colocou no seu caminho, e vos vai conceder o grande dom da filiação divina, de vos tornardes filhos e Deus e membros do seu povo santo”, disse o bispo-auxiliar de Lisboa.

Na homilia enviada à Agência ECCLESIA, pelo Patriarcado de Lisboa, D. Joaquim Mendes explicou que o Rito de Eleição é um dos “passos” para a “etapa fundamental e fundante da vida cristã” onde os candidatos são reconhecidos como “idóneos para receber os Sacramentos de Iniciação Cristã” – Batismo, Confirmação (crisma) e Eucaristia (comunhão).

“Este Rito é iluminado pela Palavra de Deus que a Igreja propõe para o I Domingo da Quaresma e que aponta para o horizonte da noite pascal, para a profissão da fé”, realça, explicando que na liturgia têm “indicações precisas, luminosas, concretas” para rever a “vida de batizados, de filhos de Deus”.

Os 98 candidatos estão a preparar-se para “entrar neste caminho” com a solene profissão da fé e o Batismo na noite pascal, no próximo dia 20 de abril.

A eleição de catecúmenos acontece na Quaresma, um tempo de 40 dias marcado por apelos ao jejum, partilha e penitência de preparação para a Páscoa, a principal festa do calendário cristão, este ano dia 21 de abril.

CB/PR

Partilhar:
Share