Francisco deixa mensagem de solidariedade à população

Cidade do Vaticano, 03 ago 2022 (Ecclesia) – O Papa recordou hoje a tragédia provocada pela explosão no porto de Beirute, Líbano, a 4 de agosto de 2020, que provocou mais de 200 mortes, milhares de feridos e elevados danos materiais, pedindo justiça para as vítimas.

“Amanhã é o segundo aniversário da explosão do porto de Beirute. Os meus pensamentos vão para as famílias das vítimas desse acontecimento desastroso e para o querido povo libanês. Rezo para que todos possam ser consolados pela fé, confortados pela justiça e pela verdade, que nunca pode ser escondida”, referiu, no final da audiência pública semanal.

Falando no Auditório Paulo VI, perante milhares de peregrinos, Francisco deixou votos de que o Líbano, “com a ajuda da comunidade internacional, continue no caminho do renascimento, permanecendo fiel à sua vocação de ser uma terra de paz e pluralismo, onde comunidades de diferentes religiões possam viver em fraternidade”.

A 1 de julho de 2021, o Papa organizou um dia de oração e reflexão no Vaticano com os chefes das comunidades cristãs libanesas.

OC

Vaticano: Papa pede respostas internacionais para «grave crise» no Líbano e denuncia interesses obscuros no Médio Oriente

Partilhar:
Share