D. António Couto destacou dimensão de serviço associada ao ministério

Lamego, 27 jul 2021 (Ecclesia) – O bispo de Lamego presidiu este domingo à Eucaristia, na Catedral diocesana, com ordenação de dois diáconos, Tiago Machado e Eduardo Leal, que se preparam para a ordenação sacerdotal.

“A Diocese de Lamego acolhe-os com alegria, vindos do litoral para o interior, de Lisboa, o Tiago, e do Porto, o Eduardo, para Lamego. Este movimento também é uma novidade, porque o habitual é saírem do interior para o litoral. Isto pode ser um bom sinal, uma boa notícia”, refere uma nota enviada hoje à Agência ECCLESIA pela diocese.

A celebração juntou duas dezenas de sacerdotes, os reitores do Seminário de Lamego e do Seminário Interdiocesano, os seminaristas, familiares e amigos dos diáconos.

A nota diocesana informa que a homilia do bispo de Lamego, D. António Couto, se centrou na “missão dos diáconos”, partindo do livro dos Atos dos Apóstolos.

“Conformai a vossa vida com os verbos servir e evangelizar. Fazei o trabalho de um evangelista, como recomenda Paulo a Timóteo, faz o trabalho de um evangelista, de um anunciador do Evangelho, e de um vivenciador do Evangelho”, indicou.

O responsável destacou a necessidade de “servir”, sem outra pretensão, imitando Jesus.

“A evangelização é o primeiro e o melhor serviço que a Igreja pode prestar aos homens deste tempo e deste mundo”, assinalou o bispo de Lamego.

Na ordenação diaconal, com a entrega dos Evangelhos, as promessas de obediência, o cântico da ladainha dos Santos e a oração de ordenação, a paramentação decorreu com a ajuda dos sacerdotes com quem os diáconos estagiaram no último ano.

“Um dos últimos gestos foi a bênção final, neste dia especialmente, sobre os dois novos diáconos, a quem se confia o encargo de levar esta bênção, partilhando e multiplicando-a, anunciando o Evangelho e partilhando o pão, conjugando as palavras servir e dar, e evangelizar”, conclui a nota da Diocese de Lamego.

OC

Partilhar:
Share