D. António Couto Apresentação do Plano Pastoral 2021-2022 e celebração

Lamego, 19 out 2021 (Ecclesia) – O bispo de Lamego presidiu à abertura do Sínodo dos Bispos a nível diocesano, na Sé, e à sessão de apresentação do Plano Pastoral 2021-2022, intitulado ‘Levantai-vos! Vamos’, no seminário, no domingo, dia 17 de outubro.

Na nota enviada à Agência ECCLESIA, a Diocese de Lamego informa que D. António Couto, na homilia, assinalou que a Igreja “é um caminho aberto, muitos saem e muitos entram, mas o caminho, Jesus, mantém-se”.

O bispo de Lamego referiu que Jesus desafia ao serviço “como única opção de quem O quer seguir, porque também Ele não veio para ser servido, mas para servir e dar a Sua vida pela redenção de todos”.

O coordenador pastoral e responsável da Equipa Sinodal da Diocese de Lamego explicou que o Papa Francisco, que convocou o Sínodo dos Bispos 2021/2023 dedicado à sinodalidade, quer que o acontecimento sinodal tenha uma amplitude maior do que alguma vez teve.

“Quer que aquilo que toca a todos seja acolhido, refletido, discutido e vivido, em primeira pessoa, por todos. Quer que este momento seja de abertura, e não de início, porque o início foi há dois mil. Quer que em 2023 celebremos o seu encerramento, mas que não seja o seu fim, porque esse será apenas na consumação dos tempos”, desenvolveu o padre Diamantino Alvaíde.

A 16ª assembleia geral do Sínodo dos Bispos, convocado pelo Papa Francisco, tem como tema ‘Por uma Igreja sinodal: comunhão, participação e missão’, e vai decorrer em outubro de 2023, sendo precedida por um processo de consulta com assembleias diocesanas e continentais.

Antes da Eucaristia de abertura do sínodo a nível diocesano foi apresentado o Plano Pastoral 2021-2022, intitulado ‘Levantai-vos! Vamos!’, no Seminário de Lamego.

Foto Diocese de Lamego

“Um auditório cheio, com um pouco de cada zona pastoral da nossa Diocese de Lamego, trouxe-nos alento, esperança e reavivou a fé de todos os presentes. Após os meses tenebrosos da pandemia, é hora de agir, de recuperar”, explica Raquel Assis, da equipa da coordenação pastoral.

Na nota enviada à Agência ECCLESIA, informa que o bispo D. António Couto deu a conhecer a sua carta pastoral, que “preenche e incita à ação”, e referiu que o tempo é de luta e de labuta, certos e que “Deus não abandona o seu povo”.

Nesta sessão, o padre Luís Rafael, responsável pelo Departamento Diocesano da Pastoral de Jovens, apresentou o trabalho que estão a realizar “por toda a diocese” e apelou ao “empenho de todos” no percurso até à Jornada Mundial da Juventude de Lisboa, que se vai realizar de 1 a 6 de agosto de 2023.

A equipa da coordenação pastoral diocesana destacou os principais objetivos para o novo ano pastoral dos vários departamentos da pastoral diocesana – Pastoral Familiar, Juvenil, Catequese, Bens Culturais, Patrimoniais e Arte Sacra -, e a calendarização da passagem destes departamentos pelos vários arciprestados que compõem a Diocese de Lamego.

CB/PR

 

Partilhar:
Share