Plataformas digitais apresentam todos os meses propostas de oração dedicadas à edição internacional de Lisboa

Lisboa, 24 nov 2020 (Ecclesia) – O coordenador da Rede Mundial de Oração do Papa – Portugal disse hoje que uma “comunidade de mais de 2 milhões e 600 mil pessoas” reza todos os meses pela Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Lisboa 2023, pela aplicação ‘Click to Pray’.

“Quer no ‘Passo a rezar’, quer no ‘Click to Pray’, quando começamos a falar na Jornadas Mundiais da Juventude Lisboa viu.se imensa a vontade das pessoas poderem vir cá”, salientou o padre António Valério.

Em entrevista à Agência ECCLESIA, transmitida hoje na RTP 2, o coordenador da Rede Mundial de Oração do Papa – Portugal destaca esta aplicação ‘Click to Pray’ propostas específicas de oração pela JMJ, no dia 23 de cada mês, com conteúdos criados pela equipa portuguesa e depois traduzidos “nas várias línguas” deste projeto – espanhol, inglês, francês, italiano, alemão e chinês.

“É também uma forma de juntar esta comunidade e mobilizar à volta da JMJ”, referiu o sacerdote jesuíta.

Sobre a cooperação da Rede Mundial de Oração do Papa com o Comité Organizador Local (COL) da JMJ Lisboa 2023, o padre António Valério observou que fo apresentada “uma proposta específica de preparação e oração pelas jornadas e por quem está a preparar as jornadas e escolheu-se o dia 23”.

O ‘Click to Pray’ apresenta diariamente orações que os utilizadores recebem “sobretudo através de uma aplicação mas também está presente no site, nas redes sociais, e newsletter”, indica o padre António Valério, realçandoque é a oração da manhã, para “abrir o dia numa atitude de agradecimento e de se dispor para aquilo que Deus quiser ao longo deste dia”, e a oração da tarde com excertos de discursos do Papa aos jovens como “motivação, orientação”.

Para além da aplicação Click to Pray’, a Rede Mundial de Oração do Papa – Portugal também dedicou “o primeiro sábado de cada mês” do projeto online ‘Passo a Rezar’ à JMJ 2023, “uma proposta especial para rezar pela preparação da jornada e de alguma maneira ir fazendo um percurso dentro dos temas de orientação” para o encontro mundial em Lisboa.

O entrevistado adianta que os conteúdos do ‘Passo a Rezar’ “são escritos pelo Comité Organizador Local e também por voluntários” e as vozes também são de “jovens voluntários ligados à organização da jornada”, por isso, “os protagonistas são os próprios jovens”.

O ‘Passo a Rezar’ foi “pensado para a mobilidade” e é um tempo de oração de 10 minutos que pode ser “feito em qualquer lugar” onde o utilizador, “a partir da liturgia do dia”, ouve o texto do dia, “há uma ambientação à oração com música de fundo”, e “algumas perguntas que ajudam a passar a provocação do Evangelho para o dia-a-dia”.

O responsável católico contextualizou que no processo de “recriação” do Apostolado da Oração para Rede Mundial de Oração do Papa “o primeiro passo mais significativo” talvez tenha sido criar “uma comunidade digital”, continuaram a existir comunidades locais em todo o mundo, mas “é preciso criar tipos de comunidades com outras ferramentas e outra abordagem”.

“Sobretudo as gerações mais jovens que utilizam este tipo de conteúdos completamente diferentes do papel ou textos muito longos e é por isso que textos curtos, os vídeos, os áudios, são formatos muito mais adaptados para jovens e menos jovens”, observou o padre António Valério.

PR/BC/OC

 

JMJ 2023: Plataformas digitais lançam propostas mensais de oração para preparar encontro de Lisboa

Partilhar:
Share