Coimbra, 23 nov 2020 (Ecclesia) – O Comité Organizador Diocesano (COD) de Coimbra das Jornadas Mundiais da Juventude começa a partir de hoje uma oração mensal, a cada dia 23, como forma de congregar os jovens rumo ao evento no verão de 2023.

«Coimbra está a preparar-se» é o convite e a certeza de que a diocese está a rumar ao encontro no verão de 2023 e quer fazê-lo envolvendo os jovens.

“A Diocese de Coimbra arranca com a primeira oração deste dia simbólico. O local será a Sé Velha, sede oficial de todos os restantes Dias JMJ na cidade dos estudantes, e a hora 21h30 para que ninguém falte”, pode ler-se na apresentação da iniciativa.

Estão abertas as inscrições para uma participação presencial, mas dado o contexto de pandemia “e para não deixar ninguém de lado”, o momento vai ser “transmitido numa plataforma digital”.

“Este momento de proximidade a Deus e uns aos outros será, mediante inscrições, de forma a se respeitarem todas as regras inerentes à situação pandémica que vivemos, sem deixar ninguém de lado”, indicam.

Um vídeo gravado como convite, D. Virgílio Antunes, bispo da diocese, confirma o caminho: “Então vamos a isso”.

O Comité Organizador Local da JMJ 2023 convidou os jovens de todo o país a desenvolverem iniciativas de missão, nos dias 28 e 29 de novembro.

“Desafiamos cada jovem a fazer missão onde quer que esteja, dando assim expressão ao tema proposto pelo Papa Francisco para a JMJ Lisboa 2023: ‘Maria levantou e partiu apressadamente’ Lc 1, 39)”, explica o Comité Organizador Local da JMJ 2023, em nota divulgada online.

A JMJ Lisboa 2023 sugere, por exemplo, gestos como telefonar “a alguém que está sozinho”, marcar uma conversa digital com um familiar mais distante, ajudar uma família em dificuldades, colaborar com uma instituição de solidariedade local ou realizar uma tarefa na sua paróquia.

“Acompanha-nos nesta viagem rumo à Jornada Mundial da Juventude 2023 e faz-te presente no primeiro Dia JMJ: segunda-feira, dia 23 de Novembro às 21h30! Vem conhecer a razão da nossa Esperança: o Amor de Deus!”, é o convite da diocese de Coimbra.

LS

Partilhar:
Share