Iniciativa quer criar «grande movimento nacional» para marcar início do Advento, a 28 e 29 de novembro, na preparação para o Natal

Foto: JMJ 2023

Lisboa, 13 nov 2020 (Ecclesia) – A organização da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) 2023, em Lisboa, e as dioceses portuguesas convidaram os jovens a participar num “grande movimento nacional” que pretende levar “esperança e alegria a todo o país”, nos dias 28 e 29 de novembro.

“Desafiamos cada jovem a fazer missão onde quer que esteja, dando assim expressão ao tema proposto pelo Papa Francisco para a JMJ Lisboa 2023: ‘Maria levantou e partiu apressadamente’ Lc 1, 39)”, explica o Comité Organizador Local da JMJ 2023, em nota divulgada online.

As datas escolhidas marcam o início do Advento, no calendário litúrgico da Igreja Católica, o tempo de preparação para a celebração do Natal.

A JMJ 2023 e as dioceses de Portugal sugerem, por exemplo, gestos como telefonar “a alguém que está sozinho”, marcar uma conversa digital com um familiar mais distante, ajudar uma família em dificuldades, colaborar com uma instituição de solidariedade local ou realizar uma tarefa na sua paróquia.

“Convidamos-te a que, olhando para a realidade em que vives, faças aí diferença. Em qualquer caso, cumpre todas as medidas de segurança e distanciamento social. É fundamental que a missão seja realizada individualmente ou em grupos muito pequenos, seguindo sempre as normas da DGS”, acrescentam os promotores da iniciativa.

O Comité Organizador Local convida também os jovens a vestir a t-shirt com o logótipo da JMJ 2023, para “dar visibilidade a este grande movimento de esperança” e a partilhar uma fotografia da missão, com o nome, localidade e uma breve descrição do que foi realizado.

As fotografias podem ser enviadas através das redes sociais (Facebook e Instagram) da JMJ Lisboa 2023, por WhatsApp (912 593 144) ou email (comunicacao@lisboa2023.org) para depois serem partilhadas online.

As JMJ nasceram por iniciativa do Papa João Paulo II, após o sucesso do encontro promovido em 1985, em Roma, no Ano Internacional da Juventude.

As edições internacionais destas jornadas promovidas pela Igreja Católica são um acontecimento religioso e cultural que reúne centenas de milhares de jovens de todo o mundo, durante cerca de uma semana.

A primeira edição aconteceu em 1986, em Roma, e desde então a JMJ já passou pelas seguintes cidades: Buenos Aires (1987), Santiago de Compostela (1989), Czestochowa (1991), Denver (1993), Manila (1995), Paris (1997), Roma (2000), Toronto (2002), Colónia (2005), Sidney (2008), Madrid (2011), Rio de Janeiro (2013), Cracóvia (2016) e Panamá (2019).

CB/OC

 

Partilhar:
Share