D. Bashar Warda alerta para imacto de conflito sobre população «cansada da guerra)

Foto: Fundação AIS

Lisboa, 10 jan 2020 (ECCLESIA) – O arcebispo de Erbil, D. Bashar Warda, no Iraque, pediu o fim da escalada de tensão entre EUA e Irão, alertando para as eventuais consequências do conflito sobre a população local.

As tensões actuais” entre Estados Unidos e Irão “não devem aumentar”, pois isso poderia traduzir-se num cenário terrível para o Iraque”, assinala, num comunicado enviado à Fundação Ajuda a Igreja que Sofre (AIS).

O pedido de contenção aos dois países ocorre depois de Teerão ter ordenado o ataque, com mísseis, a duas bases militares norte-americanas no Iraque, uma delas situada precisamente em Erbil, no chamado curdistão iraquiano.

O Iraque, lembra D. Bashar Warda, “tem vindo a sofrer guerras por procuração desde há décadas”, a mais recente das quais terminou em maio de 2017 com a derrota do Daesh, o auto-proclamado ‘Estado Islâmico’.

O arcebispo de Erbil, que já esteve em Portugal a convite da Fundação AIS, pediu aos dirigentes dos dois países para darem “uma oportunidade à paz”.  

 “As pessoas estão cansadas da guerra e das suas consequências trágicas. Sofreram demasiado e já não podem enfrentar um futuro desconhecido. Precisam de ter certezas, segurança, esperança e de acreditar que o Iraque pode ser um país pacífico para se viver, em vez de ser vítima de danos colaterais sem fim”, refere.

SN

EUA/Irão: Papa denuncia sinais «preocupantes» que chegam do conflito (c/vídeo)

 

 

Partilhar:
Share