Autoridades dão conta da morte de pelo menos 140 pessoas nas regiões sul e oeste do território indiano

Foto Lusa

Cidade do Vaticano, 12 ago 2019 (Ecclesia) – O Papa manifestou hoje a sua proximidade a todas as comunidades da Índia, onde a época de monções e as consequentes cheias já provocaram pelo menos 140 mortos.

Numa carta enviada às autoridades indianas, publicada hoje pela sala de imprensa da Santa Sé, Francisco realça a sua “profunda tristeza” pela “trágica perda de vidas” que se tem registado naquele país, devido às intempéries dos últimos dias.

O Papa argentino deixa as suas “mais sentidas condolências aos familiares das vítimas mortais e dos feridos”, e recorda ainda todos quantos “perderam as suas casas e meios de sustento” devido a esta calamidade.

As chuvadas e inundações na Índia têm afetado sobretudo as regiões sul e oeste do país, com forte incidência nas localidades de Kerala, Karnataka, Maharashtra e Gujarat.

De acordo com as autoridades, cerca de 400 mil pessoas ficaram desalojadas por causa desta catástrofe natural.

JCP

Partilhar:
Share