Ofertório da festa de Nossa Senhora das Dores e de Santa Bárbara ajuda vítimas dos fogo

Foto: Samuel Mendonça/Folha do Domingo

Faro, 04 ago 2018 (Ecclesia) – A Paróquia de Mazouco, em Freixo de Espada à Cinta, de onde é natural o bispo do Algarve, vai ajudar as vítimas do incêndio de Monchique com o ofertório da festa da aldeia transmontana.

O jornal ‘Folha de Domingo’ informa que D. Manuel Quintas presidiu à festa da sua aldeia-natal, em honra de Nossa Senhora das Dores e de Santa Bárbara, nos dias 25 e 26 de agosto.

Segundo a publicação, na Eucaristia do primeiro dia da festa, o pároco de Mazouco, o padre Francisco Pimparel, propôs à comunidade que os ofertórios das duas Missas da festividade fossem para a Cáritas Diocesana do Algarve.

“A resposta foi uma salva de palmas em sinal de concordância”, lembrou D. Manuel Quintas.

O valor doado pela Paróquia de Mazouco, na Diocese de Bragança-Miranda, juntou-se à quantia angariada no ofertório das Missas, nos dias 18 e 19 de agosto, na Diocese do Algarve, entre outras instituições da Igreja Católica.

A Caritas da Diocese do Algarve recolhe também donativos através do IBAN PT50 0010 0000 2271 5720 1085 0, uma conta exclusividade destinada a ajudar as vitimas do incêndio que afetou os concelhos de Monchique, Silves, Portimão e Odemira, já no distrito de Beja.

O incêndio que começou em Monchique, na Diocese do Algarve, consumiu perto de 28 mil hectares de floresta e terrenos agrícolas e 74 habitações, 30 das quais de primeira habitação, provocou dezenas de feridos, incluindo um em estado grave, entre 3 e 10 de agosto.

CB

Partilhar:
Share