O bispo de Viana do Castelo presidia atualmente à Comissão Episcopal Liturgia e Espiritualidade e à Comissão de Tradução da Bíblia

Lisboa, 18 set 2020 (Ecclesia) – A Associação Bíblica Portuguesa reagiu hoje ao falecimento de D. Anacleto Oliveira e lembrou o seu “entusiasmo e dinamismo” com o projeto da nova tradução da Bíblia para a Conferência Episcopal Portuguesa.

“A Associação Bíblica Portuguesa dá graças a Deus pelo dom do ministério pastoral e académico deste seu membro fundador, de forma particular pelo entusiasmo e dinamismo com que abraçou e levou adiante o projeto da nova tradução da Bíblia para a Conferência Episcopal Portuguesa”, dá conta uma nota de pesar enviada à Agência ECCLESIA.

D. Anacleto Oliveira faleceu hoje aos 74 anos de idade, na sequência de um despiste de automóvel, na Autoestrada 2 (A2) perto de Almodôvar, que ocorreu ao fim da manhã; o bispo era o único ocupante da viatura.

A Associação manifesta o seu agradecimento a D. Anacleto Oliveira, pelo “trabalho dedicado, pela seriedade académica e generosidade pastoral. Obrigado a Deus pelo dom da sua vida”, manifesta a nota assinada pelo seu presidente, o padre Mário Sousa.

Na Conferência Episcopal Portuguesa, o bispo de Viana do Castelo presidia atualmente à Comissão Episcopal Liturgia e Espiritualidade e à Comissão de Tradução da Bíblia.

“Nestes trabalhos, dedicava-se agora, depois de ter traduzido a 2ª Carta aos Coríntios e colaborado na revisão de outros textos, a traduzir e comentar a Carta aos Romanos, cujas palavras iluminam este perturbante acontecimento: «Se morremos com Cristo, acreditamos que também com Ele viveremos» (Rm 6,8)”, assinala o comunicado.

“Obrigado D. Anacleto, pelo seu amor à Palavra de Deus, ao Senhor e à sua Igreja; obrigado pelo trabalho dedicado”, finaliza a nota de pesar.

D. Anacleto Oliveira nasceu a 17 de julho de 1946, na freguesia de Cortes, em Leiria, e foi ordenado sacerdote a 15 de agosto de 1970; após a ordenação, estudou Sagrada Escritura em Roma e na Alemanha, onde foi capelão de uma comunidade portuguesa durante 10 anos.

Nomeado bispo para auxiliar de Lisboa em 2005, pelo Papa João Paulo II, a ordenação episcopal de D. Anacleto Oliveira decorreu no Santuário de Fátima no dia 24 de abril desse ano, presidida por D. Serafim Ferreira e Silva, então bispo da Diocese de Leiria-Fátima.

No dia 11 de junho de 2010 D. Anacleto Oliveira foi nomeado por Bento XVI como bispo de Viana do Castelo, o quarto bispo da diocese do Alto Minho, criada pelo Papa Paulo VI em 1977.

Na Conferência Episcopal Portuguesa, o bispo de Viana do Castelo presidia atualmente à Comissão Episcopal Liturgia e Espiritualidade e à Comissão de Tradução da Bíblia.

Em agosto, D. Anacleto Oliveira tinha assinalado 10 anos de bispo de Viana do Castelo e 50 de ordenação sacerdotal.

PR/OC/LS

Partilhar:
Share