Altar foi ornamentado com 477 rosas a simbolizar todas as paróquias da diocese

Santa Rita

Dentro de Momentos Celebração da Festa de Santa Rita 2020Preside D. Manuel Linda, Bispo do Porto

Publicado por Santuário de Santa Rita em Sexta-feira, 22 de maio de 2020

Porto, 23 mai 2020 (Ecclesia) – O bispo do Porto presidiu esta sexta-feira à Missa no Santuário de Santa Rita, em Ermesinde, no dia da habitual “Bênção das Rosas”, que não se realizou devido à situação da pandemia covid-19.

Numa celebração sem a presença de fiéis e transmitida através das redes sociais, D. Manuel Linda afirmou a “dureza da vida”, na atualidade e no percurso de Santa Rita de Cássia.

“Estamos tristes pelo que o mundo sofre neste momento, mas o nosso coração há de voltar à festa, há de conhecer o contentamento de uma vida que se constroi na paz”, afirmou.

O bispo do Porto sublinhou “quatro virtudes” de Santa Rita, nomeadamente a humildade, a caridade, a oração e a penitência, que inspiram o tempo presente.

“A caridade foi é e será o distintivo dos cristãos. E nesta altura, ainda mais é necessária a caridade”, disse D. Manuel Linda, acrescentando que pelas suas virtudes de oração e penitência “parece que se antecipou a Fátima”.

O bispo do Porto evocou o rito da “Bênção das Rosas”, que representa a “beleza da santidade”, vivida pela “advogada das causas difíceis”.

Para simbolizar as 477 paróquias da Diocese do Porto, que “gostariam de estar ” no Santuário, o altar do Santuário com 477 rosas.

No final da celebração, o padre Samuel Guedes, reitor do Santuário de Santa Rita, disse que o templo vai abrir no dia 30 de maio, apelando à segurança de todos no regresso a igreja de Santa Rita.

Santa Rita foi monja agostiniana, faleceu em Cássia em 1457, foi beatificada em 1627 e canonizada em 1900.

PR

 

Partilhar:
Share