Fátima: D. José Ornelas evoca «dramáticas situações de conflito armado» no mundo

Bispo diocesano coloca vítimas de desastres naturais e migrantes nas intenções da peregrinação de maio

Foto: Arlindo Homem

Fátima, 12 mai 2024 (Ecclesia) – O bispo de Leiria-Fátima, D. José Ornelas, disse hoje que as “dramáticas situações de conflito armado” estão nas preocupações do Santuário de Fátima, na peregrinação internacional de maio.

“As dramáticas situações de conflito armado que se encontram no mundo nunca podem estar longe das celebrações e da oração neste Santuário, disse aos jornalistas, na conferência de imprensa de apresentação das celebrações.

O responsável católico recordou que as Aparições de 1917, na Cova da Iria, aconteceram no contexto da “terrível I Guerra Mundial”.

“A guerra, o ódio, os atentados e o desejo de repressão e domínio sobre pessoas e povos está bem no centro da mensagem de Fátima”, assinalou.

O presidente da Conferência Episcopal Portuguesa mostrou-se particularmente preocupado com “a selvagem e dramática situação que se vive na faixa de Gaza e na Ucrânia” e outras crises humanas, como “no Iémen, Sudão, Congo”.

D. José Ornelas deixou ainda uma mensagem de “solidariedade com as vítimas dos desastres naturais no Brasil, no Afeganistão e em muitos outros países do mundo”.

Segundo o bispo de Leiria-Fátima, estas tragédias chamam a atenção “não só para a necessidade da solidariedade mundial, mas também para as alterações climáticas, muito acrescidas pela ação humana, que tanto contribuem para a crescente dimensão destrutiva destes fenómenos”.

O responsável católico falou também dos migrantes, que “tudo arriscam para encontrar condições de vida e dignidade para si e para as suas famílias”, convidando ao seu acolhimento, integração e “criação de condições para uma vida nova”.

Na primeira peregrinação internacional aniversária do ano, D. José Ornelas evocou o processo sinodal 2021-2024, lançado pelo Papa, considerando que o mesmo “encontra um lugar especial na espiritualidade de Fátima”, a partir da imagem do peregrino.

“É uma imagem para a Igreja e o mundo em que vivemos, levantando-nos do sofá, de conforto e de indiferença, para que a todos chegue a Boa Nova de Jesus, que vem ao encontro de todos, a começar pelos que sofrem e são mais excluídos”, apontou D. José Ornelas.

O Santuário de Fátima está a receber milhares de fiéis na peregrinação internacional aniversária de 12 e 13 de maio, contando com mais de 170 grupos inscritos, até ao momento.

A maior parte destes grupos provém de Portugal – 82 -, mas fizeram-se igualmente anunciar, junto dos serviços do Santuário, peregrinos organizados provenientes de mais de 30 países.

OC

Fátima: Reitor regista «crescimento significativo» no número de peregrinos, nos primeiros meses de 2024 (c/fotos)

Partilhar:
plugins premium WordPress
Scroll to Top