Cardeal falou da vida como «dom de Deus» que vive ao serviço dos outros

Foto: Santuário de Fátima

Fátima, 08 nov 2021 (Ecclesia) – O cardeal D. António Marto presidiu este domingo a uma Eucaristia no Santuário de Fátima, assinalando o seu 50.º aniversário de ordenação sacerdotal.

“Estou convencido que a minha vida é um dom de Deus e que eu devo oferecê-la para o bem dos outros”, disse o bispo de Leiria-Fátima, numa intervenção partilhada no final da celebração e divulgada pelo santuário nacional.

O responsável católico sublinhou que a celebração das bodas de ouro sacerdotais é uma ocasião para “renovar o seu o sim ao dom de Deus” e olhar “com esperança” o dom das vocações, mesmo diante das dificuldades do mundo.

“O dom do sacerdócio não é só para a Igreja, mas também para a humanidade, para o mundo inteiro” afirmou o cardeal português.

Segundo o Santuário de Fátima, na Basílica da Santíssima Trindade marcaram presença diocesanos, amigos e familiares de D. António Marto .

A intervenção assinalou ainda o final da Semana Nacional dos Seminários.

Trata-se, antes de mais, de esperança no sacerdócio, apesar das aparências imediatas. É a esperança de que Deus nunca deixará de suscitar no coração da Igreja a vocação ao sacerdócio como dom para o seu povo e para a humanidade”.

O bispo de Leiria-Fátima agradeceu publicamente pela “amizade pessoal” do Papa Francisco, falando de “50 anos de vida feliz como presbítero e como bispo.

D. António Marto sublinhou “a proteção terna e materna da nossa Boa Mãe do Céu, Nossa Senhora de Fátima, e dos santos Pastorinhos”.

“Estou convencido que a minha vida é um dom de Deus e que eu devo oferecê-la para o bem dos outros”, concluiu.

Foto: Santuário de Fátima

Este foi o primeiro domingo celebrado no Santuário segundo o horário de Inverno, depois da pandemia, com o regresso aos espaços celebrativos habituais.

Aos domingos, as Missas das 09h00, das 11h00, 15h00 e 16h30 celebram-se na Basílica da Santíssima Trindade; às 12h30 regressa à Capelinha e às 18h30, à Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima.

OC

Leiria-Fátima: «Nem só de algoritmos vive o homem», afirma D. António Marto 50 anos depois da sua ordenação sacerdotal (c/vídeo)

Partilhar:
Share