D. Francisco Senra Coelho salienta que objetivo «é ajudar alguém, dando-lhe apoio e levando-lhe alegria e esperança»

Évora, 20 nov 2020 (Ecclesia) – O arcebispo de Évora convidou “todos os jovens” à missão de levar “aos outros esperança e alegria”, numa iniciativa promovida pela organização da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) 2023 e as dioceses portuguesas, nos dias 28 e 29 de novembro.

“Cada missão poderá ser o que entendas que ela seja, nunca esquecendo que o nosso objetivo é ajudar alguém dando-lhe apoio e levando-lhe alegria e esperança”, escreveu D. Francisco Senra Coelho, numa carta aos jovens.

Na informação enviada à Agência ECCLESIA, o arcebispo de Évora convida “todos os jovens” para que “aceitem o desafio ‘FAZ MISSÃO’, nos dias 28 e 29 de novembro, o primeiro domingo do Advento, e que “desenvolvam missões, levando aos outros esperança e alegria”, participando também num acontecimento nacional dinamizado pela organização da JMJ Lisboa 2023 e pelas dioceses portuguesas.

O Comité Organizador Local da JMJ 2023, em nota divulgada online, sugere, por exemplo, gestos como telefonar “a alguém que está sozinho”, marcar uma conversa digital com um familiar mais distante, ajudar uma família em dificuldades, colaborar com uma instituição de solidariedade local ou realizar uma tarefa na sua paróquia.

D. Francisco Senra Coelho explica que a preparação para a Jornada Mundial da Juventude “é sempre um caminho de missão” que se inicia antes, “se reforça na experiência dessa vivência e não termina nunca”, passando para lá desse marco temporal, “entrando no ADN de cada jovem, de cada cristão, de cada família”.

“Queremos pois, em conjunto, anunciar a JMJ Lisboa 2023 como o mais inesquecível encontro de juventude de todos os tempos, envolvendo os jovens e mobilizando as suas comunidades. O encontro é alegria e festa e a descoberta dessa felicidade leva-nos a fazer missão”, desenvolveu.

O arcebispo de Évora convida também os jovens a participarem numa vigília de oração com adoração do Santíssimo, de preparação para “o fim-de-semana de missão”, que vai ser dinamizada pela Pastoral Juvenil arquidiocesana no dia 27 de novembro, com transmissão online a partir da igreja de São Francisco de Évora.

Na carta, que pode ser lida no sítio online da Arquidiocese de Évora, o arcebispo pede também aos jovens que não se esqueçam de “cumprir todas as regras de segurança, higiene e saúde”, por causa do combate à pandemia Covid-19, “conforme orientação das autoridades competentes”.

As JMJ nasceram por iniciativa do Papa João Paulo II, após o sucesso do encontro promovido em 1985, em Roma, no Ano Internacional da Juventude; A primeira edição aconteceu em 1986, em Roma, e já passou pelas seguintes cidades: Buenos Aires (1987), Santiago de Compostela (1989), Czestochowa (1991), Denver (1993), Manila (1995), Paris (1997), Roma (2000), Toronto (2002), Colónia (2005), Sidney (2008), Madrid (2011), Rio de Janeiro (2013), Cracóvia (2016) e Panamá (2019).

As edições internacionais destas jornadas promovidas pela Igreja Católica são um acontecimento religioso e cultural que reúne centenas de milhares de jovens de todo o mundo, durante cerca de uma semana.

CB/OC

JMJ 2023: Organização desafia jovens a dois dias de missão solidária nas dioceses portuguesas

 

Partilhar:
Share