Bispo auxiliar de Lisboa participou nas celebrações do patrono na Região de Lisboa

Sintra, 23 abr 2018 (Ecclesia) – O bispo auxiliar de Lisboa D. Joaquim Mendes presidiu à Missa de Encerramento da celebração de São Jorge, patrono dos escuteiros,  em Sintra, e desafiou os participantes a seguirem o seu exemplo sendo “cristãos envolvidos na vida”.

“Reunimo-nos para celebrar São Jorge que testemunhou a sua fé e o seu amor a Cristo com o martírio – um verdadeiro «cavaleiro de Cristo», uma referência para os escuteiros católicos e todos os tempos.

Pedimos-lhe que nos ajude a ser cristãos como Ele foi”, disse D. Joaquim Mendes.

Mais de sete mil escuteiros da região de Lisboa encontraram-se em Sinta para a celebração do seu patrono, São Jorge, que a liturgia da Igreja Católica assinala nesta segunda-feira, dia 23 de abril.

De acordo com o Corpo Nacional de Escutas, mais de 73 mil escuteiros das várias regiões do país participam em atividades que celebram o patrono dos escuteiros, tanto no último fim-de-semana como no próximo.

Para o bispo auxiliar de Lisboa, os escuteiros são impelidos pelo seguir o exemplo de São Jorge testemunhando a “sua fé” e sendo  “cristãos envolvidos na vida,  história e na missão de Jesus”.

Na homilia da Missa de encerramento da celebração de São Jorge na região de Lisboa, D. Joaquim Mendes referiu-se depois à simbologia bíblica do “Bom Pastor” e à vocação, temas da liturgia desse domingo, o IV do Tempo Pascal.

PR

Partilhar:
Share