Com o coração na visita Papal e os olhos no centenário das aparições

Numa iniciativa usual promovida pelo Santuário de Fátima, a 11 de Fevereiro e a 3 de Março, realizaram-se, respectivamente, o Encontro de Hoteleiros e o Encontro de Comerciantes de Fátima.

Ponto assente e comum às duas actividades foi a larga participação e o empenhamento de todos para que a cidade de Fátima possa melhorar o acolhimento aos milhares de peregrinos e visitantes que acolhe anualmente – na ordem dos 4 milhões e meio por ano -, mas também que os residentes e proprietários de estabelecimentos comerciais tenham melhores condições para aqui viver e exercer as suas actividades.

No horizonte de todos está o próximo mês de Maio, em que Fátima se prepara para acolher, além dos peregrinos que de todo o mundo aqui acorrerão, a quinta visita de um Papa.

“Todos nós percebemos a importância deste acontecimento da vinda do Papa. É evidente que a vinda de um Papa a Fátima revela a importância que Fátima tem para a Igreja e para o mundo. Não são muitos os lugares que foram cinco vezes visitados pelo Papa”, afirmou o Reitor do Santuário de Fátima, Padre Virgílio Antunes, no Encontro de Comerciantes, em que participaram 190 proprietários ou funcionários de lojas de artigos religiosos, livrarias e papelarias de Fátima.

Na sua leitura pessoal, o Reitor considera, conforme afirmou também no encontro que juntou 125 de hoteleiros e responsáveis de casas religiosas que acolhem peregrinos “a visita de Bento XVI a Fátima era só uma questão de calendário”, uma vez que o Santo Padre tem escolhido peregrinar a lugares “muito significativos”, e Fátima “é um centro de espiritualidade e peregrinação”, de “uma vivência intensiva da fé cristã”.  

Presentes em ambos os encontros, os responsáveis das autarquias municipal e local e das instituições de turismo, comércio e segurança pública comungam também do propósito de a cidade de Fátima se embelezar e se preparar para acolher o sucessor de Pedro. Todos alargam o horizonte para o ano 2017, centenário das aparições de Nossa Senhora.

 “2017 será a data mais marcante que o país viveu nos últimos anos, mais que o a Expo e o Euro 2004”, considera Natálio Reis, Presidente da Junta de Freguesia de Fátima, que sublinha que “Fátima é a cidade da paz num mundo que dela bem precisa” e, por isso, todas as forças vivas e pessoas de Fátima têm responsabilidade de assegurar a quem visita esta terra a “esperança que todos procuramos”.

Assim, nos diversos níveis e sectores, como acessibilidades, segurança, mobilidades, urbanismo, acolhimento e programação de celebrações e eventos, a cidade pretende tornar-se um lugar mais “harmonioso, belo e atraente, sob todos os pontos de vista e em todos os sentidos”, nas palavras do Padre Virgílio Antunes.

Em ambos estes encontros foram apresentadas, pela directora do Serviço de Peregrinos do Santuário de Fátima, Natalina Ferreira, as estatísticas relativas ao ano de 2009, ano que ficou marcado pela celebração do centenário do nascimento do Beato Francisco Marto – assim como o presente ano de 2010 celebra o centenário do nascimento da Beata Jacinta – e pela inscrição de grupos organizados de peregrinos oriundo de 70 diferentes países, o que mais uma vez mostra o impacto da cidade “altar do mundo”. Em termos de atendimento individual pelos serviços do Santuário, fica o dado que peregrinos de 144 países do mundo passaram pelos Posto de Informações de Fátima e Aljustrel.

Estatísticas 2009: http://www.fatima.pt/portal/index.php?id=40876

LeopolDina Simões

Partilhar:
Share