Secretário-geral da organização evoca «uma figura extraordinária e um cristão convicto»

 

Lisboa, 21 set 2022 (Ecclesia) – A Associação Portuguesa de Escolas Católicas (APEC) promove hoje uma sessão de homenagem a António Sousa Franco, antigo ministro das Finanças, numa sessão na Universidade Católica Portuguesa, em Lisboa, a partir das 18h30.

A iniciativa inclui o lançamento do livro ‘António de Sousa Franco e a Liberdade de Educação’, com prefácio de António Guterres, secretário-geral da ONU.

O secretário-geral da Associação Portuguesa de Escolas Católicas (APEC) considera que António Sousa Franco, falecido em 2004, foi “uma figura extraordinária e um cristão convicto”, por isso esta instituição vai prestar-lhe uma homenagem, esta quarta-feira, na Universidade Católica Portuguesa.

“Uma figura extraordinária, um cristão convicto, um académico ilustre, um político concertador e um escritor que escreveu muito sobre a liberdade de educação”, disse Jorge Cotovio à Agência ECCLESIA.

A APEC vai recordar, na data em que António Sousa Franco completaria 80 anos de vida, “tudo aquilo que ele escreveu, principalmente nas décadas de 70, 80 e 90”, e vai evocar os 25 anos do pensamento desta figura sobre “a liberdade de educação”, frisou Jorge Cotovio ao Programa ECCLESIA emitido, esta terça-feira, na RTP2.

Para dar visibilidade a esta sua convicção, que “foi registando em textos emblemáticos e, apesar da distância dos anos, se mantém atuais no Portugal de hoje”, a APEC reuniu-os em livro, que é prefaciado por António Guterres e conta com testemunhos de personalidades como Mário Pinto, Jorge Miranda, Eduardo Marçal Grilo e Guilherme d’Oliveira Martins.

“Vai ser uma justa homenagem a um homem que infelizmente viveu pouco tempo”, realçou o secretário-geral da APEC

“Ao longo da sua vida académica, política e de intervenção cívica, especialmente nas décadas de 70, 80 e 90 do século passado, esta figura maior da academia e da política portuguesa, manifestou o seu forte apoio à defesa e promoção da Liberdade de Educação”.

“Infelizmente, nos últimos anos o ambiente tem sido adverso” porque “a maior parte dos contratos de associação deixaram de existir”, lamentou o responsável.

No ato comemorativo haverá intervenções do diácono Fernando Magalhães, presidente da APEC; D. António Moiteiro, Bispo de Aveiro; Matilde Sousa Franco (esposa); Guilherme d’Oliveira Martins (que evocará o homenageado); e da reitora da UCP, Isabel Capeloa Gil, que apresenta a obra.

HM/LFS/OC

 

Partilhar:
Share