Santarém, 03 Jun 2020 (ECCLESIA) – A Cáritas Diocesana de Santarém desenvolveu dois projetos para ajudar a população do Entroncamento e de Muge a enfrentar a pandemia de Covid-19.

Os dois projetos visam “ajudar o público-alvo, na aquisição de bens essenciais e/ou medicação, promovendo a permanência em casa, de modo a conter a propagação da pandemia”, lê-se num comunicado da organização católica.

Ana Correia e Sara Souto, alunas do curso de Educação Social, da Escola Superior de Educação, do Instituto Politécnico de Santarém, estão a desenvolver o estágio curricular na Cáritas Diocesana de Santarém, como parte da sua formação, e colocaram em prática estes projetos.

Nas duas freguesias, onde antes da pandemia a Cáritas já acompanhava “os atendimentos e a distribuição de cabazes alimentares”,  procurou-se “abranger um maior número de participantes, não só aos utentes da Cáritas com mais de 60 anos e/ou de risco, como também aos residentes com mais de 60 anos e/ou de risco”. 

Estes dois projetos pretendem, também, fazer um “acompanhamento da população de risco e sinalizar novos casos”.

Para além do ‘Vizinho Amigo’ e ‘Vamos por si’, a Cáritas estabeleceu também uma parceria com o Centro de Apoio Pedagógico da Escola Superior de Educação de Santarém para proceder à confeção de máscaras, que posteriormente serão distribuídas pelos vários grupos paroquiais e interparoquiais, acompanhados pela Cáritas Diocesana de Santarém.

LFS

Partilhar:
Share