«Agir para o desenvolvimento de todos é realizar um trabalho de conversão e decisões que convertem a morte em vida, as armas em alimentos», refere Francisco

Cidade do Vaticano, 15 jun 2021 (Ecclesia) – O Papa apelou hoje a um modelo mais humano de sociedade para superar crise causada pela pandemia.

“Um modelo de retoma capaz de gerar soluções mais inclusivas e sustentáveis, um modelo de desenvolvimento baseado na convivência pacífica entre os povos e na harmonia com a criação”, referiu Francisco aos participantes no 16.º Fórum ‘Globsec Bratislava’, na Eslováquia, que tem como tema ‘Reconstruamos melhor o mundo’.

Na mensagem em vídeo, divulgada pelo Vaticano, o Papa advertiu que vê um mundo “enganado por uma sensação ilusória de segurança, baseada na fome de lucro”.

“Vejo um modelo de vida económica e social caracterizado por desigualdade e egoísmo, em que uma pequena minoria da população mundial possui a maioria dos bens, muitas vezes não hesitando em explorar pessoas e recursos”, acrescentou.

Francisco salientou que vê também um estilo de vida que “não cuida o suficiente do ambiente”, que consome e destrói “sem restrições, aquilo que pertence a todos”, e cria uma “dívida ecológica suportada sobretudo pelos pobres e pelas gerações futuras”.

Para o Papa, o primeiro passo é ver o mundo que entrou em crise, analisar o passado, reconhecer “as carências sistémicas”, e “desenvolver uma ideia de retoma” que reconstrói e corrige o que “não funcionava antes do coronavírus”.

Aos participantes do Fórum ‘Globsec Bratislava’, e como segundo passo, Francisco assinalou que “a crise abre novas possibilidades”, num desafio a transformar “o tempo de provação num tempo de escolha”, “julgar” o que viu e se vive “impele a melhorar”.

“A crise abre o caminho para um futuro que reconhece a verdadeira igualdade de cada ser humano. Não uma igualdade abstrata, mas concreta, que oferece às pessoas e aos povos oportunidades justas e reais de desenvolvimento”, desenvolveu.

O Papa realçou que “agir para o desenvolvimento de todos é realizar um trabalho de conversão e decisões que convertem a morte em vida, as armas em alimento”, lembrando a visão do profeta Isaías, que “viu espadas transformarem-se em arados, as lanças em foices”, divulga o portal ‘Vatican News’.

Com o tema ‘Reconstruamos melhor o mundo’, o Fórum ‘Globsec Bratislava’ é uma iniciativa online e presencial na Eslováquia, que conta com a participação do presidente francês, Emmanuel Macron, da presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, e líderes de opinião, empresários e organizações internacionais, entre hoje e quinta-feira, dia 17 de junho.

CB/OC

Partilhar:
Share