Cardeal Jean-Claude Hollerich, presidente da COMECE, pede resposta corajosa para crise climática

Bruxelas, 28 out 2021 (Ecclesia) – A Comissão dos Episcopados Católicos da União Europeia (COMECE) defendeu que os Estados-membros devem assumir a liderança global no combate às alterações climáticas, numa mensagem para a COP26, que começa este domingo, em Glasgow.

“Limitar o aquecimento global a 1,5 graus centígrados é um profundo imperativo moral”, escreve o presidente da COMECE, cardeal Jean-Claude Hollerich, numa carta dirigida a todos os líderes das instituições europeias que participam na 26.ª Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (COP26).

O arcebispo do Luxemburgo desafia a União Europeia a liderar o esforço internacional para “encontrar um caminho” que permita limitar o aquecimento global.

“O mundo ainda não está no bom caminho para alcançar os compromissos do Acordo de Paris”, sobre redução de emissões de gases com efeito de estufa, adverte o responsável, para quem “há muito mais a fazer para evitar que as temperaturas globais aumentem mais de 1,5 graus em relação aos níveis pré-industriais”.

A Terra grita – e esses gritos tomaram a forma de altas temperaturas, com recordes a ser quebrados em muitas regiões; de inundações mortais e incêndios florestais que devastam comunidades em toda a Europa e no mundo; de perda material agravada por traumas sociais e psicológicos”.

A COP26 vai decorrer na cidade escocesa de Glasgow, de 31 de outubro a 12 de novembro de 2021; a delegação da Santa Sé vai ser presidida pelo secretário de Estado do Vaticano, cardeal Pietro Parolin.

A COMECE desafia os Estados-Membros da União Europeia a “respeitar, proteger e promover os direitos e a dignidade das pessoas, nomeadamente as que se encontram nas situações mais vulneráveis e marginalizadas”.

A carta assinada pelo cardeal Hollerich deixa um conjunto de desafios para o “momento crítico” que se vive no combate às alterações climáticas, convidando a “aumentar a ambição”, com novos compromissos financeiros, de transição energética, proteção da biodiversidade e apoio aos países em desenvolvimento.

O cardeal Jean-Claude Hollerich é o embaixador da ‘Aliança Europeia Laudato Si’, seis instituições e organizações católicas que se inspiram nas orientações do Papa Francisco.

OC

Ambiente: Instituições religiosas anunciam desinvestimento recorde em combustíveis fósseis

 

Partilhar:
Share