José Manuel Rodrigues fala da sensibilidade social e das marcas da sua formação católica

Funchal, Madeira, 10 ago 2020 (Ecclesia) – José Manuel Rodrigues, presidente da Assembleia Legislativa Regional da Madeira (ALRM), considera que a “má fama” da política é, sobretudo, “culpa dos políticos, porque se afastam, por vezes, dos direitos de quem os elegeu”.

O responsável refere à Agência ECCLESIA a necessidade de “cultivar uma grande sensibilidade social”.

“Quando se vem para determinados lugares, na política, há uma cultura de indiferença perante o que se passa à nossa volta”, adverte.

O presidente da ALRM fala ainda das marcas da sua formação católica e dos dois anos de seminário, entre 1971 e 1973, com influência da Doutrina Social da Igreja.

José Manuel Rodrigues sublinha o trabalho de “escancarar as portas do Parlamento”, promovendo visitas semanais – suspensas de momento, por causa da pandemia – uma IPSS.

“É importante valorizar as IPSS, que desempenham um papel importante no tecido social, na manutenção desse tecido”, indica.

José Manuel Rodrigues é o convidado, esta semana, do programa Ecclesia na Antena 1 da rádio pública, pelas 22h45, e das ‘Conversas aGOSTO’, publicadas online de segunda a sexta-feira, a partir das 17h00.

OC

Partilhar:
Share