204.ª Assembleia Plenária da CEP terminou em Fátima com apelo do Papa Francisco para que padres se envolvam e deixem os jovens «fazer barulho«, rumo à Jornada em agosto de 2023

Foto: Agência ECCLESIA/PR

Fátima, 10 nov 2022 (Ecclesia) – A Conferência Episcopal Portuguesa afirmou-se hoje “comprometida com projetos de comunicação”, procurando uma aproximação a “projetos eclesiais e de toda a sociedade”, dando destaque à realização da JMJ Lisboa 2023.

“A Comissão da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais continua comprometida com projetos de comunicação, em diálogo com os comunicadores, que aproximem os crentes dos projetos eclesiais e de toda a sociedade, onde a preparação e realização da JMJ Lisboa 2023 adquire uma prioridade crescente”, pode ler-se no documento final da assembleia plenária da CEP, que decorreu desde segunda-feira, em Fátima.

O encontro, concluído ao início da tarde, foi ocasião de partilha dos projetos que a Comissão tem desenvolvido no âmbito da cultura, dos bens culturais e das comunicações sociais, tendo o seu responsável, D. João Lavrador, convidado os diretores das diferentes áreas que integram a Comissão, a dar conta dos projetos em curso.

“A Comissão procura fomentar as oportunidades de diálogo cultural nos vários domínios da sociedade, tendo por ocasião propícia a realização da Jornada de Pastoral da Cultura e a atribuição do Prémio de Cultura Árvore da Vida Padre Manuel Antunes ao Prof. Manuel Braga da Cruz; afirma a necessidade de um trabalho articulado entre as diferentes dioceses para a definição de estratégias e de metodologias comuns de inventário dos bens culturais, no âmbito do Projeto Thesaurus”, pode ler-se.

A realização da Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2023, entre 1 e 6 de agosto, foi um dos temas em análise entre os bispos em Portugal que receberam informação de D. Américo Aguiar, presidente da fundação JMJ Lisboa 2023 e bispo auxiliar de Lisboa.

“D. Américo Aguiar informou a Assembleia sobre o andamento logístico da JMJ Lisboa 2023, destacando o encontro internacional em Fátima de representantes das conferências episcopais, da pastoral juvenil, de movimentos eclesiais e congregações religiosas de todo o mundo, bem como a abertura oficial e simbólica das inscrições a 23 de outubro pelo Papa Francisco e a inscrição dos bispos portugueses ocorrida nesta Assembleia”, destaca o comunicado.

A iniciativa Dias nas Dioceses, que vai decorrer na semana prévia à JMJ, tenciona receber “jovens de todo mundo nas comunidades locais”, com o objetivo de dar a conhecer o património local e a prepará-los para a participar” no encontro em Lisboa.

Com vista à participação alargada, o presidente da fundação JMJ Lisboa 2023 partilhou na assembleia plenária um vídeo do Papa Francisco, “que incentiva os sacerdotes a envolverem-se na JMJ”.

“«Os jovens vão chatear, vão fazer barulho… Por detrás dos jovens está a força do Espírito Santo, não quero dizer que os jovens são o Espírito Santo, mas o Espírito Santo usa-os para fazer barulho. Sim, não tenham medo, ajudem o Espírito Santo a fazer a harmonia depois. Peço-vos que se envolvam nesta Jornada da Juventude… é olhar para a minha Igreja, a nossa Igreja, a nossa Santa Madre Igreja, santa e pecadora»”, apresentou.

A 204.ª Assembleia Plenária da CEP juntou os bispos em Portugal que tinham na agenda a JMJ Lisboa 2023, a proteção de menores e a crise social e económica que Portugal atravessa.

LS

Igreja/Portugal: Presidente da CEP pede «contributo de todos» na JMJ 2023 (c/vídeo)

 

Partilhar:
Share