Iniciativa diocesana de vídeos semanais leva testemunhos de “um sofá para outro sofá”

Santarém, 04 dez 2020 (Ecclesia) – A família Marto Pereira deu o seu testemunho na iniciativa “E o povo viu uma grande luz”, da diocese de Santarém, e partilhou com a Agência ECCLESIA que é uma experiência de apresentar “uma grande Luz”, a partir de um sofá.

“Foram todos tão simpáticos e acolhedores que, a certa altura estávamos tão à vontade, que era como no sofá da nossa casa a falar com amigos, estivemos neste sofá para depois que outras famílias vejam no seu sofá, noutra casa, à distância de um clique”, refere Rita. 

A família Marto Pereira aceitou o desafio de preparar a reflexão para um domingo de advento e, ao mesmo tempo, dar testemunho de ser família, o casal e três filhos, através de vídeo, “uma forma de adaptação em tempo de pandemia”. 

“Aceitar foi a primeira reação, depois foi de susto e a disponibilidade; a preparação não foi fácil porque falamos de muitas questões acerca da nossa família, dos nossos filhos, apesar de não terem lá estado, foi um exercício de olhar para a nossa vida e a forma como vivemos”, explica a mãe de família.

Já o pai Pedro reforça que, foi com uma “certa dose de loucura”, se sentaram no sofá para dar o testemunho. 

“A antecipação é sempre pior porque vivem-se os medos, ali, na altura, é uma certa dose de loucura e ir para a frente e fazermos, é um serviço, queremos mostrar que a nossa família é igual a tantas outras e temos esperança que sirva para tocar outras famílias e se sintam tocadas pelo Evangelho como a nossa”, assume.

A iniciativa começou na vigararia de Rio Maior, e foi pensado com base da “pastoral familiar e  catequese”, mas alargou-se a toda a diocese, num projeto para focar a “Palavra de Deus, oração e testemunho”, a par da construção de um vitral.

O casal, partilha esta iniciativa da diocese de Santarém no “Cabaz de Conversas”, desta sexta-feira, e espera que outras famílias se revejam nestes “testemunhos de famílias”, através dos vídeos

O ‘Cabaz de Conversas’ é uma partilha da realidade e das tradições de Natal nas dioceses portuguesas e também uma iniciativa solidária com a Agência ECCLESIA e as dioceses a organizarem um cabaz que vai ser entregue às Irmãs Dominicanas do Rosário.

SN

Partilhar:
Share