Conversas sobre tradições e partilha de produtos e bens regionais dão corpo a iniciativa de Advento da Agência ECCLESIA

Lisboa, 29 nov 2020 (Ecclesia) – A Agência ECCLESIA vai desenvolver uma iniciativa ao longo do período de Advento em torno das tradições de Natal nas dioceses portuguesas e organizar um cabaz que será entregue às Irmãs Dominicanas do Rosário.

“Diante da impossibilidade de vivermos o Natal juntos, vamos vivê-lo em conjunto”, assim explica o diretor da Agência ECCLESIA, Paulo Rocha, sobre uma dinâmica que vai envolver as 21 dioceses portuguesas e convocá-las à solidariedade.

Diariamente no portal de informação da Agência ECCLESIA vai ser publicado um vídeo que resulta de uma conversa, com o nome «Cabaz de Conversas», com alguém de referência de uma diocese, que dará conta da forma como o Natal está a ser preparado e vai ser vivido, neste tempo de pandemia nas diversas regiões.

Paralelamente as dioceses são convidadas à partilha de produtos característicos da região para a elaboração de um cabaz de Natal que vai ser entregue à congregação das Irmãs Dominicanas do Rosário, que acompanham cerca de 100 famílias carenciadas, nos bairros situados na zona do Calhariz Velho, freguesia de Benfica, paróquia da Buraca.

“Tentámos criar pontos de encontro entre todas as dioceses, seguimos essa via por termos essa rede de comunicação estabelecida e queremos potenciá-la cada vez mais. Queremos valorizar essas identidades culturais de várias regiões, sugerindo que cada diocese possa partilhar um dos produtos que são típicos ou fazem parte do parque industrial, por exemplo, da região, e vamos canalizá-los para famílias que possam estar carenciadas e a precisar de bens alimentares ou outros, e que são nossos vizinhos”, explica.

Paulo Rocha explica que a pandemia afastou fisicamente as pessoas, mas não apagou o que é a “identidade regional”.

“A solidariedade quando é feita do que sobra é sempre uma solidariedade pobre. É um gesto digno, porque é um gesto de ajuda, mas há uma solidariedade que é feita do que me pertence, e, sem dúvida, que as identidades culturais são uma forte marca de pertença. Nesse sentido é muito mais nobre, forte e faz parte de quem dá, e ajuda quem vai receber”, traduz.

As Irmãs Dominicanas do Rosário são “vizinhas” da sede da Conferencia Episcopal portuguesa, onde está atualmente a casa provincial.

O diretor da Agência ECCLESIA dá conta de um “trabalho enorme” desenvolvido pelas religiosas no Bairro 6 de Maio, que está atualmente em transformação, mas que concedeu às irmãs um conhecimento e proximidade com as famílias que necessitam de acompanhamento naquela zona da periferia da cidade.

“Sem nos conhecermos todos, através deste projeto de solidariedade criamos conhecimento indireto entre uns e outros e essa, sem dúvida, é uma marca do Natal que sempre nos aproxima”, indica.

As Conversas na Ecclesia estão a ser publicadas desde abril de segunda a sexta-feira, pelas 17h00, e pretendem, através das plataformas digitais “manter os laços com quem acompanha o trabalho” da Agência, em diferentes plataformas, indo ao encontro das regiões do país através das dioceses.

LS

Partilhar:
Share