José Luís Nunes Martins

Temos muitos projetos, mas poucos sucessos, até porque a maior parte dos nossos sonhos nunca chegam a sair do reino da imaginação. Ficam na nossa almofada como se fossem impossíveis.

O que faz diferença na vida não é sermos teimosos e incapazes de perceber o que se passa à nossa volta, como se fossemos um animal cego. O que importa é definir com ponderação um caminho, garantindo que temos reservas de convicção suficientes para superar as mais do que certas faltas de vontade que vamos ter de enfrentar.

A vida é a subir. Se nos distraímos, desequilibramo-nos, andamos para trás e… caimos.

Só se vencem as grandes batalhas quando se é capaz de lidar com as pequenas. Os fracassos são parte do caminho. Todos caem, mas só alguns são capazes de descobrir o sentido e o valor de cada obstáculo, seja ele uma pedra no exterior ou uma angústia no íntimo.

A felicidade que busco depende muito da minha vontade. Da minha capacidade de não perder o entusiasmo, mesmo quando andei muito tempo na direção errada e tenho de voltar tudo para trás.

Só amamos alguém quando aceitamos tudo quanto esse amor traz consigo.

Podemos revoltar-nos por estar a chover, ou podemos, no nosso íntimo, aceitar a chuva e… deixar que chova.

A felicidade é possível e, diria, obrigatória!

Não adies, não julgues que há outras coisas mais importantes, ou que se podem também ir fazendo ao mesmo tempo, não desistas à primeira ferida, por mais funda que seja, não te desculpes nem justifiques, termina cada etapa… mais vale feito do que perfeito.

Todos temos as nossas misérias, não te fixes nas tuas nem ignores a existências das dos outros. Segue adiante, pelo caminho que é só teu, que és tu.

Desperdiçar dons, tempo e oportunidades todos sabem. Ser feliz é uma obra de mestres.

Não, não julgues que não está ao teu alcance, isso é apenas o medo a murmurar-te ao ouvido! Mais, a única forma de saber se isso é verdade ou mentira é lutar para sermos melhores e, depois, ver até onde é que isso nos levou!

Se não souberes por onde começar: Afasta-te do mal! É um bom começo, mas não chega!

Não te percas em palavras. As obras é que são amor.

Começa e acaba!

Partilhar:
Share