D. José Cordeiro apela a «conversão espiritual, pastoral e missionária» na preparação para a Páscoa

Foto: http://ondjoyetu.blogspot.com/

Bragança, 28 fev 2019 (Ecclesia) – As comunidades católicas de Bragança-Miranda vão apoiar, com a chamada “renúncia quaresmal” de 2019, a abertura de poços de água em algumas Paróquias e a instalação dos estúdios da Rádio Ecclesia na Diocese do Sumbe, Angola.

O anúncio é feito na mensagem de D. José Cordeiro, bispo da diocese transmontana, para a Quaresma desde ano.

O responsável acrescenta que os donativos recolhidos no tempo litúrgico de preparação para a Páscoa vão ajudar ainda o Seminário diocesano, “casa pastoral aberta a todos”.

“O ofertório da Renúncia quaresmal será coligido em todas as celebrações litúrgicas do Domingo de Ramos na Paixão do Senhor, ou noutro dia mais indicado, a juízo dos reverendíssimos párocos”, escreve o bispo de Bragança-Miranda, numa mensagem enviada à Agência ECCLESIA.

  1. José Cordeiro fala da Quaresma como um tempo em que os católicos são chamados a ser “autênticos discípulos missionários em comunhão”.

“Este é o tempo para uma séria conversão espiritual, pastoral e missionária de todos e de cada um de nós. Cada um de nós é uma missão”.

A mensagem adianta que, a cada segunda-feira da Quaresma, no Santuário de Nossa Senhora das Graças em Bragança, vai prosseguir “a peregrinação da Luz na Lectio Divina”, sob a coordenação do Secretariado Diocesano da Pastoral Juvenil Vocacional, “iluminados na Luz da Luz”.

A Quaresma é um tempo de 40 dias que tem início com a celebração de Cinzas, marcado por apelos ao jejum, partilha e penitência, que serve de preparação para a Páscoa, a principal festa do calendário cristão, este ano dia 21 de abril.

OC

Partilhar:
Share