Cidade do Vaticano, 28 fev 2019 (Ecclesia) – O Papa convidou hoje, no Vaticano, padres católicos e rabinos a trabalhar juntos nas suas comunidades, em nome da paz e do diálogo.

“Seria bonito que, na mesma cidade, rabinos e párocos trabalhassem juntos, com as respetivas comunidades, a serviço da humanidade que sofre e promovendo caminhos de paz e de diálogo com todos”, assinalou, num discurso dirigido a um grupo de homenagem ao cardeal Agostinho Bea, por ocasião dos 50 anos da sua morte.

O cardeal alemão é apresentado pelo portal de notícias do Vaticano como “pioneiro do ecumenismo e do diálogo entre Judaísmo e Catolicismo e um dos pilares do Concílio Vaticano II (1962-1965)”.

OC

Partilhar:
Share