Iniciativa da Conferência Episcopal Portuguesa desafia leitores a contribuir para melhorar o texto

Lisboa, 01 jul 2022 (Ecclesia) – A Comissão que coordena a nova tradução da Bíblia da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) lançou hoje o texto provisório das Cartas de São João, livros do Novo Testamento que mostram divisões nas primeiras comunidades cristãs.

“Estas cartas mostram que nunca houve uma comunidade perfeita”, explica à Agência ECCLESIA o padre Mário de Sousa, coordenador da Comissão da Tradução da Bíblia para a CEP, responsável por estes textos.

As cartas são atribuídas ao apóstolo São João, discípulo de Jesus, autor do quarto Evangelho, tendo sido enviadas a várias comunidades da Ásia Menor, atual Turquia.

O padre Mário de Sousa, biblista, realça as “dificuldades” vividas pelos primeiros cristãos, após a pregação inicial dos apóstolos e seus fundadores.

“Nestas cartas, notamos perfeitamente que há uma grande dificuldade no confronto com o mundo e a cultura envolvente, num mundo helénico”, assinala.

O especialista observa, em particular, o confronto com as correntes gnósticas, que levavam a uma deturpação do Cristianismo, considerando a pessoa de Jesus “apenas na sua divindade”, reservando “apenas a alguns” a possibilidade do conhecimento de Cristo.

Estas tensões levaram a “falta de comunhão e também de caridade”, nas comunidades destinatárias destes textos.

“Há uma forte reação, nas cartas, contra os membros da comunidade que estão a deturpar a verdade do mistério de Jesus”, acrescenta.

O sacerdote da Diocese do Algarve destaca ainda uma passagem da I Carta de São João, no seu capítulo 4, dedicada ao “amor fraterno”

Se alguém disser: «Eu amo a Deus», e odiar o seu irmão, é mentiroso; pois quem não ama o seu irmão, que vê, não pode amar a Deus, que não vê. É este o mandamento que dele recebemos: quem ama a Deus, ame também o seu irmão”.

Ao colocar online as Cartas de São João, a Comissão Coordenadora da Tradução da Bíblia da CEP “convida a comunidade a envolver-se no processo de tradução e revisão destes documentos e dispõe-se a acolher o contributo dos leitores, em ordem ao melhoramento da compreensibilidade do texto”.

A tradução provisória deste livro está disponível para download no site da Conferência Episcopal Portuguesa.

Os comentários dos leitores podem ser enviados através do endereço eletrónico biblia.cep@gmail.com.

SN/OC

Partilhar:
Share